24 de março de 2015

PASTOR OSTENTAÇÃO: NOVO MODISMO EVANGÉLICO





No Jardim São Paulo, bairro de classe baixa do Recife, Pernanbuco, uma cena chama atenção: Uma limosine branca se aproxima do galpão improvisado, local de reuniões da Igreja Batista do Jardim São Paulo. O bispo Paulo Ortencio Filho desce do veículo e é recebido com ovações dos fiéis. Ele é filho do "bispo patriarca" Paulo Ortencio, e junto ao pai ajuda a liderar o ministério que tem forte enfase na teologia da prosperidade e confissão positiva.


PASTOR OSTENTAÇÃO, SÓ ANDA DE CARRÃO


 
Vídeo: pastor ostentação chegando na igreja em Limosine. Fiéis ovacionam!

Cenas como estas podem paracer chocantes, mas os membros desta igreja acreditam que é um privilégio ter um pastor tão "próspero". Eles acreditam que a riqueza da liderança é resultado direto da benção especial de Deus, e ser pastoreado por alguém tão grandemente abençoado representa uma grande probabilidade de bençãos semelhantes cairem sobre a vida dos seguidores. O pensamento predominante é: "Quanto mais rico for o pastor, maior a chance da ovelha prosperar".

PASTOR OSTENTAÇÃO SÓ PENSA EM MILHÃO




O mercado religioso tem crescido de maneira impressionante no Brasil, e com o aumento de igrejas, tem aumentado também a fortuna dos seus principais líderes. Há um ano a revista Forbes publicou uma matéria sobre os pastores mais ricos do Brasil. Encabeçando a lista aparece o bispo da Universal, Edir Macedo, com um patrimonio de 2 bilhões de reais, seguido de Valdomiro Santiago da Igreja Mundial do Poder de Deus (400 milhões), Silas Malafaia (*), lider do ministério Vitória em Cristo (300 milhões), RR Soares, da Igreja da Graça (250 milhões), e Estevam e Sônia Hernandes, fundadores da Igreja Renascer (120 milhões). O que todos estes líderes tem em comum, além do patrimonio? Todos afirmam que a riqueza que possuem é resultado direto da intervanção divina, e que o desejo de Deus é enriquecer pela fé a cada um dos seus servos.

PASTOR OSTENTAÇÃO FAZ A OBRA DE AVIÃO


Foto: King Air 350, avião particular do RR Soares e Renê Terra Nova


Juntamente com a pregação de prosperidade, está o estilo de vida "ostentação" destes pastores. Além de mansões ao redor do mundo, Edir Macedo é próprietario de um jato bimotor particular, de modelo Bombardier Global Express XRS, estimado em R$ 90 milhões. Já Valdemiro se desloca em um veículo mais modesto, um helicóptero Agusta A109-C, comprado pela Mundial em setembro de 2009, por R$ 5,1 milhões. Silas Malafaia tem à sua disposição um belo aeromodelo, um jato executivo modelo Cessna, de propriedade do ministério Vitória em Cristo, avaliado em 12 milhões de dólares. R.R.Soares é proprietário de um turboélice King Air 350, avaliado em cerca de R$ 9 milhões. Segundo eles, as aeronaves são instrumentos indispensáveis para fazer a "obra de Deus".
Vídeo: Apóstolo Valdemiro Santiago chega para pregar de helicóptero, no maior estilo "ostentação"

PASTOR OSTENTAÇÃO, A BÍBLIA É A SOLUÇÃO


Diferente do ensino dos mestres da ostentação, a bíblia não nos ensina a buscar prosperidade material por meio de correntes milagrosas, sementes da fé, cultos de prosperidade, e sim através do trabalho (Gn 3.19); é dele que devemos retirar nosso sustento e pão cotidiano (2Ts 3.2). Jesus não teve um ministério voltado para a prosperidade material, mas para a salvação dos homens, e exortou seus discipulos a não ajuntarem tesouros na terra, mas no céu (Mt 6.18,19), e os lembrou que ao quando vivemos apenas para as coisas materiais, perdemos o maior galardão, que é imaterial (Mt 6.20). Paulo nos adverte acerca dos riscos que corremos ao viver para o acumulo de riquezas (1 Tm 6.10), e nos ensina o caminho do contentamento (1Tm 6.8).

O ensino dos pregadores da teologia da prosperidade é anti-biblico, pois afirma que o proposito de Deus é enriquecer pela fé (e mediante o depósito das "sementes") a todos os seus filhos. É claro que não é pecado ser rico, porém os ricos deste mundo devem ser exortados a não colocar sua esperança na vaidade das riquezas, mas em Deus (1Tm 6.17). As riquezas também podem e devem ser usadas para suprir as necessidades dos nossos irmãos carentes (1Jo 3.17), bem como daqueles - em todo o mundo - que são afligidos pela escassez, pois é quando doamos ao próximo afligido (e não quando depositamos as sementes no ministerio dos televanvangelistas) que nós realmente ofertamos a Deus (Mt 25.35-40).

É claro que a igreja cristã tem necessidades que devem ser supridas pelo corpo. A familia pastoral precisa ser cuidada com dignidade, tendo suficiente para sua provisão, cuidados medicos, vestimenta, lazer, etc. Cuidar dos seus pastores é biblico (Lc 10.17, 1Tm 5.17-18), e é lícito ofertar para esta causa (1Co 9.11, Gl 6.6). No entanto, a provisão digna e necessaria de um obreiro cristão nada tem a ver com o estilo nababesco de vida dos "pastores ostentação". 

À luz do ensino bíblico sobre as riquezas, soa-me no mínimo discrepante a ideia de que um ministro do evangelho viva uma vida de ostentação enquanto muitos em sua comunidade e ao redor do mundo não possuem sequer um pão para comer. Muito pior, porém, é aquele que vivendo opulentamente à expensas da fé alheia, ensina a grei que o proposito da cruz foi enriquecer os crentes, instigando neles o materialismo com a promessa espúria de que se pode usar a religião para ficar rico, promessa essa que apesar de estar "se cumprindo" na vida dos grandes líderes eclesiásticos (como mostrou a revista Forbes), está muito distante da vida dos fieis que frequentam seus templos e lhes sustentam os luxos.

BONUS TRACK
Reality show americano sobre o estilo de vida "ostentação" dos ´pastores. Aqui as riquezas são apresentadas mais uma vez como premio pelo ministério "bem sucedido". Eles simplesmente não tem mais vergonha, mas usam a fortuna conquistada como modo de atrair aqueles que, sem examinar as Escrituras e com o coração cheio de cobiça, buscam enriquecer de maneira rápida, fácil, ignorando totalmente o meio estabelecido por Deus para nossa provisão, isto é, o trabalho.
Reality show americano mostra o dia-a-dia dos pastores "ostentação" dos EUA.



***
Postou Leonardo Gonçalves, missionário no Peru e editor deste blog que é uma pedra no sapato dos hereges e mascates da fé.



Nota: 
(*) Silas Malafaia contestou a revista Forbes em seu programa, dizendo que não é o dono da fortuna atribuida a ele. Ele também ameaçou processar judicialmente a revista Forbes pela materia em questão.

Por Leonardo Gonçalves


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!