23 de novembro de 2016

Palestra sobre 'prevenir e reverter homossexualidade' causa revolta

O convite para uma palestra cujo tema era "Como prevenir e reverter a homossexualidade" gerou revolta na página do Facebook da Igreja Batista Getsêmani, unidade Portugal, que fica na região da Pampulha, em Belo Horizonte.
Em menos de 24 horas de publicação, o banner sobre o evento, que foi postado no início da noite dessa segunda-feira (21), havia recebido mais de 1.000 reações e 584 compartilhamentos, a maioria deles manifestando revolta a respeito do tema.
Na manhã desta terça-feira (22), o perfil da igreja apagou a postagem e fez uma nova publicação, na qual o evento aparece com um nome diferente. Agora, a palestra se chama: "Orientando pais sobre a sexualidade de seus filhos".
Ação no Ministério Público
Algumas pessoas, porém, salvaram a captura de tela da primeira publicação e compartilharam em suas páginas pessoais no Facebook. Entre esses internautas está o servidor público do município de Nova Lima Fábio Costa, de 34 anos, que junto a um amigo denunciou o caso ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). 
Na denúncia, os amigos afirmam que a Igreja Batista Getsêmani estaria propagando mensagens de cunho preconceituoso e homofóbico. A dupla também solicitou que a denúncia seja encaminhada para a 18ª promotoria de direitos humanos. 
"Em um primeiro momento, senti revolta, raiva, indignação. Mas, em seguida, esses sentimentos foram substituídos pela vontade de fazer algo pra mudar isso, e mobilizar o maior número de pessoas para que fizessem algo também para mudar. Chega de aceitar as coisas sem nenhuma resistência", afirmou o servidor.
Costa acredita que esse fato é isolado e deve ser combatido. "Não podemos generalizar pois estaríamos sendo intolerantes, como eles. Não são todas as igrejas, conheço pastores e padres,que promovem o amor, a tolerância, o respeito. O grupo que estimula e propaga o preconceito tem que ser combatido como em qualquer outro seguimento da sociedade, independente se são religiosos ou não", pontuou.
FOTO: FACEBOOK/REPRODUÇÃO
Print igreja
Publicação foi feita nessa segunda-feira

FOTO: FACEBOOK/REPRODUÇÃO
Post igreja
Nova postagem anunciou o evento com um nome diferente

Reação
A palestrante que aparece em ambos os banners da Igreja Batista Getsêmani é a odontopediatra Isildinha Muradas. Em sua página pessoal no Facebook, algumas pessoas deixaram comentários para demonstrar descontentamento com o assunto do encontro.
Entre as publicações, internautas se referiam a Isildinha como "um ser desprezível". Outros lembravam que Jesus Cristo deixou como missão na Terra o amor.  
FOTO: REPRODUÇÃO / FACEBOOK
Reprodução / Facebook
No perfil pessoal da palestrante, internautas se mostram revoltados
Pastor diz que houve engano
O pastor Atilano Muradas, que é marido da Isildinha, confirma que o banner da palestra foi postado de forma equivocada na página da igreja.
"O primeiro erro se refere ao tema. Não há nada de homofóbico. Na verdade, a palestra tem como tema: 'Orientação ao pais sobre a sexualidade dos seus filhos'. O segundo erro se refere a profissão da doutora, falaram que ela é psicopedagoga, quando na verdade ela é odontopediatra", explicou.
Ainda não se sabe se o perfil da igreja foi hackeado. "Vamos apurar se a pessoa que gerencia a página cometeu um erro ou se a página foi invadida", informou o pastor.  
Getsêmani esclarece episódio
Em nota, a Igreja Batista Getsêmani informou que o tema da palestra foi divulgado erroneamente nas redes sociais. Além disso, a assessoria ratificou que a pastora e odontopediatra Isildinha Muradas não é psicopedagoga e não criou a propaganda veiculada.
Leia na íntegra:
"Considerando as notícias veiculadas nas redes sociais sobre palestra prevista para ocorrer no dia 24 de novembro, em uma das 72 filiais da Igreja Batista Getsêmani, segue Nota de Esclarecimento.
A palestra, que ocorrerá no dia 24 de novembro, tem por título “Orientando pais sobre a sexualidade de seus filhos” e não o título que foi erroneamente veiculado e causou a polêmica. Muitas semanas antes do ocorrido, a informação correta já estava sendo difundida nas redes sociais.
A respeito do tema sexualidade, todavia, entendemos que a Igreja Batista Getsêmani tem como papel orientar os seus membros em todas as áreas: espiritual, profissional, relacional, familiar e também sexual. Isso, porque as igrejas têm por princípio a ministração da Palavra de Deus em sua integralidade.
Portanto, a veiculação equivocada da informação não representa a opinião da Igreja Batista Getsêmani, mas um fato isolado que ocorreu em uma de nossas unidades, e que já foi devidamente corrigido. A Getsêmani está em Belo Horizonte há 41 anos, tendo como seu líder, há 38 anos, o pastor Jorge Linhares. Em todo esse tempo, a Igreja Batista Getsêmani tem por princípio dar apoio e atenção, além de ajudar com amor e misericórdia a todos que a procuram.
Em quatro décadas de atividade, a Igreja Batista Getsêmani já ajudou milhares de pessoas a saírem da dependência química, restaurou milhares de casamentos, tratou de milhares com problemas psíquicos, ajudou financeiramente e distribui milhares de cestas básicas, além de ter ajudado espiritualmente a todos quantos a procuraram.
Equivocadamente, por não conhecerem os fatos e se basearem apenas em um anúncio na Internet, muitos julgaram e condenaram precipitadamente. Cremos que não se pode julgar pessoas e/ou instituições por comentários de terceiros. A pastora e odontopediatra Isildinha Muradas não é psicopedagoga e não criou a propaganda veiculada. Com relação à Igreja Batista Getsêmani e à pastora, repudiamos quaisquer atos violentos, ofensas e ameaças.
Que Deus possa abençoar a todos nós, para que vivamos em paz, respeitando uns aos outros.
Igreja Batista Getsêmani"



Atualização Web Evangelista:
Segue nota de esclarecimento:

 


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!