4 de abril de 2012

Lana Holder afirma que sua “igreja não é gay” e que não está envolvida com a igreja inclusiva de Anderson Zambom

Lana Holder afirma que sua “igreja não é gay” e que não está envolvida com a igreja inclusiva de Anderson Zambom
A pastora Lana Holder, da Comunidade Cidade de Refúgio, igreja inclusiva sediada em São Paulo, afirmou em entrevista que “a igreja que acaba de ser aberta em Porto Alegre não tem nada a ver com a gente”.
Holder criticou o discurso adotado pelo pastor Anderson Zambom e afirmou que sua ideia não é levantar badeiras: “Eles estão usando nosso nome, nossa imagem, o que está trazendo uma proporção muito maior para eles. Gravamos um vídeo para esclarecer ao nosso público que não temos nenhuma relação com essa igreja. Quanto à fraternização, infelizmente a incompatibilidade de visão impede isso. A nossa igreja não veio para levantar bandeiras. Já nas entrevistas com os pastores da igreja que foi aberta no Rio Grande do Sul, um deles aparece segurando uma bíblia e uma bandeira gay. Nunca você vai ver uma foto minha ou da Pastora Rosana segurando uma bandeira gay com o intuito de divulgar a igreja”, pontua Lana Holder.
Na entrevista concedida ao Primeira Edição, a pastora Lana Holder afirmou que sua igreja “não é gay” e que as mensagens pregadas na Comunidade, focam na transformação: “A Cidade de Refúgio não é uma igreja gay. É uma igreja de Cristo. E, assim como toda igreja deveria ser, ela aceita a todos. Mas aceita seguindo qual ótica? De que a pessoa vem e continua do mesmo jeito? Não, a pessoa tem que vir e se dispor a mudar tudo aquilo na vida dela que vai contra os princípios da palavra de Deus. Pregamos que, da mesma forma que um heterossexual que vive na promiscuidade e na safadeza não vai para o céu, o homossexual que fizer o mesmo também não vai. A mesma bíblia do hetero é a do homo” explica a pastora.
Ela conta que sofreu retaliações quando fundou a Comunidade Cidade de Refúgio e que já esperava isso: “Quando decidimos criar a Comunidade, já tínhamos noção de que seriamos bombardeadas por outras igrejas. Tanto eu quanto a minha esposa éramos duas pessoas conhecidas dentro da igreja e que resolveram assumir sua sexualidade, indo contra tudo que ela pregava. Então, as igrejas evangélicas fundamentalistas tinham que se levantar contra”.
Lana Holder relata que chegou a ser ameaçada e que existem grupos em mídias sociais que pregam sua morte: “Recebemos uma onda de criticas, muitas ligações ofensivas e muitas pessoas vieram reclamar na porta da igreja.Chegamos a receber diversas ameaças e logo entramos em contato com a polícia. Hoje, conhecemos a polícia e o delegado da região. Em uma ocasião, inclusive, ele chegou a mandar viaturas para a porta da igreja. Existem também comunidades no Orkut que defendem a minha morte, planejam atentados contra a vida da minha esposa, contra a igreja. Mas, graças a Deus, não houve qualquer incidente”.
Fonte: Gospel+
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. quero dizer que voce é livre para dizer o que quizer para pregar e viver com quem vc quizer tem livre arbitrio,mas quero te dizer uma coisa minha querida e estimada irma em que muita ja me fortaleceu com sua primeiras msg,saiba que com a sua nova conduta de viver,lebra-te que de tudo isso te levara cristo a juizo,como mulher linda que é tem certeza que a irmã é sua esposa?
    Queria apenas dizer e lembra que vc pode ainda ser muito feliz ao lado de um homem Deus pode te dar,mas não queira fazer papel de homem, pois Deus não se deixa escarnecer lembre-se dos principios elementares dos quais fostes intruidos.

    ResponderExcluir

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!