2 de agosto de 2013

Blogueiros e Internautas comentam participação de Silas Malafaia no "Na Moral"


Uma Estrangeira No Mundo (Blog Uma Estrangeira no Mundo)
Como sempre o Malafaia envergonhou o Evangelho em rede nacional, com seu egocentrismo, desequilibrio emocional e falta de amor e pratica crista. Malafaia, faca um favor a todos: #calabocaMalafaia#peloEvangelho

Paulo Siqueira (Blog Pedra que Clama)
Silas Malafaia, não representa os evangélicos do Brasil, isto precisa ficar bem claro a todos. Os evangélicos brasileiros não são desequilibrados, arrogantes e prepotentes, apesar destes valores serem evidentes na vida de muitos lideres. Somos um povo que prega a paz, a justiça, o amor ao próximo como regra máxima. Sei que isto não é visto em muitos lugares, mas esta são as regras máximas da nossa fé. Precisamos urgentemente aprender a dialogar com equilíbrio, conhecimento, e acima de tudo como promotores da paz. Este comportamento de "senhor da verdade" não é bíblico, é preciso que os verdadeiros representantes apareçam, onde estão os teólogos, que por anos estudaram a bíblia, a filosofia, a antropologia? Para que mestrado e doutorado no exterior se a igreja é envergonhada a todo momento e ninguém se apresenta para representa-la a altura? Vamos ficar vendo homens como Malafaia, Estevam Hernandes, Valdemiro Santiago, R.R. Soares, Rene Terra Nova e outros, destruírem toda a história do cristianismo diante dos nossos olhos? Vamos assistir a mentira, a falsidade, o desequilíbrio, a soberba, a vaidade, falar por nós? Chega, isto é demais, onde vamos parar desta forma??? O $how tem que parar, urgente!!!!

O Silas MalaCheia discorda que os evangelicrentes vendem fé... Falou o cara que vende bíblias de 900,00 e vende unção financeira... É até vergonhoso esse cara como representante.

Silas Malafaia no "Na Moral", neste momento. Minha TV está devidamente desligada: assim, quando ele tiver um programa em uma grande emissora, posso dormir tranquilo sabendo que não participei da promoção dele. Boa noite.

SILAS MALAFAIA, NA MORAL: VOCÊ NÃO ME REPRESENTA!
Após assistir (muito a contragosto, tendo em vista que não tenho assistido TV aberta, ainda mais a emissora carioca, mas como todo jornalista cristão, o dever de ficar bem informado me obrigou) o "Na Moral" do Bial de hoje, me vi na responsabilidade de deixar aqui a análise da atuação do pseudo-representante-mor dos evangélicos tupiniquins e do que encontrei implícito na mensagem do programa:
1. POSTURA DO SILAS: A postura do pastor não me representa e nem faz jus aos ensinamentos bíblicos que ele tanto vocifera nos canais televisivos em que aparece. Mostrou total desequilíbrio. Não passa paz e nem tampouco convicção. Falta conteúdo e sobra sensacionalismo... A imagem mais parecia de uma caricatura falante do que a de um líder religioso, onde a impaciência e intolerância aos contrários se torna latente nas expressões exageradas e na forma agressiva de se expressar, aliás, o tipo de linguajar coloquial e muitas vezes vulgar me dá a impressão de estar vendo um personagem de folhetim... ao citar as Escolas Bíblicas Dominicais e dizer que podemos "ensinar de pau", termos como "vagabundo", "safado", etc... Sinceramente, um homem de Deus deve transparecer a paz e o equilíbrio. Não precisa ser agressivo para ter posicionamento. Basta ter conteúdo, postura e uma boa dose de espiritualidade. A Palavra de Deus, somente, é viva e eficaz, penetrante e não precisa ser empurrada goela abaixo aos gritos e beliscões ou chiliques intempestivos.
2. BIAL: Um ode a mensagem ecumênica. "Ecumeniza, Arlindo - Plim, plim!"... Ora, é óbvio a preferência religiosa da emissora e do apresentador, ao convidar um artista espírita. Porquê não chamou também um artista católico, outro ateu e outro gospel?!? Isto seria muito mais imparcial e bem mais 'laico' não é mesmo, meu caro confrade Bial?!? Além disso, ficou patente a total preferência dele, além das (aí, sim, merecidas) provocações ao Pr. Malafaia.
3. A MENSAGEM DO ATEU: E não é que o ateu disse no programa o que milhares de evangélicos gostariam de ter dito, de uma forma plena e com muita convicção. É óbvio que é uma pena que uma pessoa confesse não acreditar em Deus, é muito triste. Mas, quando ele analisou o crescimento dos evangélicos foi sábio demais ao diagnosticar o que está aí para todo mundo ver: o 'boom' da teologia da prosperidade fez com que as pessoas com menores condições sociais buscassem as igrejas evangélicas como uma válvula de escape, na esperança de melhorar de vida, alcançar bens e status e não com o intuito de uma mudança de vida espiritual, onde a transformação social seria uma consequência do redirecionamento de valores e conceitos, baseados nas condutas éticas e morais deixadas pela Bíblia e há muito abandonadas por muitos dos líderes contemporâneos que têm priorizado os próprios umbigos e empinado seus narizes em busca de fama, dinheiro e poder. Nisto ele teve razão e a "defesa" do Silas foi pior que o resultado do implante capilar por ele submetido.
4. O CRUCIFIXO: Mais uma vez não me representa! Ora, a idolatria e os símbolos pagãos não são "questões culturais". Se trata, sim de posicionamento "espiritual" e não filosófico ou político. Na verdade, foi uma forma 'lisa', sabonete, de tentar agradar a todos. Se é assim, coloca uma estátua de "Nossa Senhora Aparecida da Vitória em Cristo" em sua casa, meu caro pastor, afinal, não é uma "questão cultural" aqueles altares com luzinhas coloridas nos alpendres dos lares brasileiros?!? Que mal isso tem??? Nenhum! Imagine! Desculpe-me a franqueza, mas posicionamento é posicionamento: se a Bílblia condena, estou com o vereador, que teve coragem de se expor e de fazer cumprir, mesmo que temporariamente, o verdadeiro sentido de um estado laico. Se voltou depois não importa, respeitemos a Lei Humana, mesmo quando equivocada em suas interpretações, não é mesmo?
5. O CONVITE PARA A CAMINHADA DA LIBERDADE RELIGIOSA: Ao fazer o convite, o representante das religiões afro cutucou na ferida e o Malafaia fez tamanha cara de impaciente e intolerante que a câmera fechou nele e depois mostrou a face inconformada do espírita ao ver que o convite causara tamanho incômodo. A desculpinha esfarrapada de que tem conotação política não pegou, até porque as Marchas que hoje existem já deixaram de ser Para Jesus há muito tempo e se tornaram palanques já há algumas edições, onde o que mais aparecem são os políticos e popstores do que a verdadeira mensagem de fé e esperança. Ele passou, mais uma vez, uma imagem que não me representa e nem aos milhões de evangélicos que acreditam na tolerância e convivência pacífica entre a multiformidade religiosa brasileira. Se não quer ir à Caminhada, seja polido e fale com propriedade, diga a verdade. Eu sou a favor da presença dos evangélicos em eventos como este, não como um endosso para o ecumenismo (ou seja, a mistura de religiões) mas sim pelo pacífico diálogo entre todos. Precisamos mostrar às pessoas que o evangélico não é um alienado e nem um radical aculturado... é só participar de forma tranquila, equilibrada e sem se misturar. Ah, tá, isto não daria Ibope como a polêmica postura, não é verdade?
6. A GRANDE DESCOBERTA: Agora começo a entender porquê a mídia abre espaço para ele: está sendo usado, descaradamente, para passar para o grande público a imagem de que os evangélicos são intolerantes, desequilibrados, radicais, aculturados, sensacionalistas, sem conteúdo, antissociais, exacerbados, tolos e medíocres, está cooperando inconscientemente para o estereótipo caricato que há anos aparece nas novelas e programas da emissora em questão!!! Quero ver se eles levassem um Pastor Enéas Tognini, por exemplo, entre outros catedráticos e cultos evangélicos, que com equilíbrio, sobriedade e serenidade teriam condições de passar para milhões de telespectadores uma mensagem de paz, de fé, de esperança e de tolerância, sem gritarias, chiliques, miquices ou caricaturas... Francamente, cada dia que passa me convenço de que as oportunidades na grande imprensa estão sendo jogadas janela afora pela falta de preparo emocional e espiritual de algumas grandes lideranças, que de tão extasiadas e iludidas pelas aparições relâmpago na telinha, deixam ofuscar o verdadeiro Evangelho com atuações pífias e medíocres. Será que ninguém percebe isso, ou será que eu é que sou chato demais?!??? Só o tempo é quem vai dizer!!!
7. ÚLTIMA OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: Não tenho nada contra o Silas Malafaia ou contra quem quer que seja, pessoalmente... Minhas considerações são exclusivas deste episódio, pois quando ele abre a boca e diz: "Nós, os evangélicos" está me incluindo na boiada e, por isso, me dá todo o direito do mundo de dizer o que penso. Acho que o fato dele ter falado tanto mal no passado da emissora dos Marinho e agora estar aliançado com eles já é um fato que me faz pensar na seriedade das colocações, pois não se sabe se vai mudar no futuro. Uma participação ou outra em algum programa seria uma coisa, natural... Outra é, escancaradamente, ele e outras pseudo-lideranças cristãs cortarem fitilhos em eventos realizados pelos caras e depois virem com discurso sensacionalista de puritanismo evangélico... Por favor, não menosprezem a capacidade de pensar dos cristãos. E não me venham, os malafetes e escalafabetes de plantão, me estorvar com os já manjados chavões de versículos e verbetes pré-programados na lavagem cerebral prosperidatista, como "Não julgueis...", "Importa que o evangelho seja pregado" e "blá, blá, blá". Senhores e senhoras: estamos cansados disso! Queremos discursos verdadeiros e fundamentos em uma exegese real e inteligente e não nestes sermões decorados com vãs repetições de clichês! Poupem-nos os olhos e ouvidos, não gastem seus dedos nos teclados se não tiverem gasto, antes, a mente e o coração pedindo orientação e discernimento a Deus para analisar se o que andam dizendo por aí está dentro da plenitude da Palavra de Deus ou se é apenas um "texto, fora do contexto, usado como pretexto".


1 macumbeiro, 1 Ateu, 1 Padre e 1 evangélico, o único que não representa a classe é o @pastormalafaia #NãoMeRepresenta #NaMoral

E pensar que critiquei Malafaia uma vez e tem gente que nem conversa comigo mais. É o que sempre digo aqui: sou cristão protestante e o sr. Silas Malafaia não me representa.

Silas Malafaia fala: "na escola dominical, ensinamos a respeitar outras religiões."
MENTIRA! já frequentei escolas dominicais, e outras religiões eram vistas como demonios encorporados. Lembro mto bem disso! Isso não é respeito, #silasmalafaia.

Pastor #SilasMalafaia é um dos maiores boçais que já pisaram na face da Terra, com certeza. 
#NaMoral

#SilasMalafaia nao me parece um exemplo de homem como muitos acham e dizem. me desculpem se eu ofender mas esse pastor tem um unico proposito de gritar e ser arrogante e debochador quando de trata de outra religiao como ele mesmo mostrou no progama #NaMoral u.u 
sou caltolica sim, e defendo minha religiao e nao estou aqui pra criticar os evangelicos e sim dizer que foi extremamente feio certas atitudes desse pastor.

#NaMoral
Eu acho que não deveríamos mais dar ideia pros tais #SilasMalafaia e afins...
O Jesus de amor que eu amo, que cuida de mim, que conhece o meu coração, que perdoa, não é o mesmo que esses Pastores dizem que seguem.
Ah, mas não é mesmo.

O Povo evangélico é educado. Só vejo o pessoal postando não suporto o#SilasMalafaia não vi pessoas postando que não suportamo os demais!

Quando o cara é instruído moralmente,intelectualmente e principalmente espiritualmente e nesse ponto,instrução dada por Deus recheada de unção do nosso Jesus Cristo: Pode mandar a Globo chamar que a resposta vai ser só uma: Vem em mim Globo que eu te apresento o Deus verdadeiro,o Deus de amor,aquele que é o único Salvador.
#SilasMalafaia=TomaPraTiGlobo

Ele gosta é de polêmica! 
Pois bem, sempre consegue isso. E 'sempre' vejo nele a mesma coisa de 'sempre': Um descontrole enorme emocional.. Descompensadíssimo e cheio de contradições (entenda-se em todos os sentidos), não transmite paz nenhuma, não acalma, não conforta, não transpassa amor algum.. Nem de longe me parece um 'condutor de ovelhas'... Sinceramente, do DEUS DE AMOR, de luz, de serenidade e harmonia que eu conheço, #SilasMalafaia não me parece ter nada. Mais uma vez que me desculpem os admiradores deste cara, mas acho mesmo que ele NÃO REPRESENTA o amor de Deus... Não mesmo!

E você leitor? Qual sua opinião?



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

5 comentários:

  1. Silas Malafaia me representa!

    ResponderExcluir
  2. Olha é de uma total falta de noção a alguns dos comentários acima.
    A quem se "diz" evangélico, deveria saber o respeito que se deve dar a um Pastor(o anjo da Igreja) e tomar cuidado, muito cuidado com suas palavras pois podem trazer maldição para sua vida. Vocês que a aqui o criticam com esta besteira de "não me representa" deveriam ler mais a palavra de Deus pedindo sabedoria e discernimento Espiritual, pois é de uma insensatez tremenda, prosperidade é real sim e não envolve somente dinheiro seus hipócritas, Deus é amor mais também é fogo consumidor, e Deus de justiça que exerce juízo, da uma olhadinha no deserto quantas pessoas morreram por se rebelarem contra Moises,(corá datã e abirão /serpentes abrasadoras do deserto)...ah povo sem conhecimento, misericórdia de nós Senhor! e certamente alguém irá se manifestar cheio da razão em si e cheio de achismo!!!!

    Não falo a respeitos dos comentários dos não Cristão, pois estes não praticam e nem conhecem nosso contexto Bíblico, e os mesmos não conhecem a fundo os benefícios da vida Cristã, só peço que Deus os abençoe e os guarde!

    Franklin Oliveira

    ResponderExcluir
  3. A minha dúvida quanto fazer parte de um movimento em prol de um convívio pacífico entre as pessoas,cada um tendo o direito de professar o seu credo livremente, sem separar a ideia de ecumenismo existente nesses movimentos.

    ResponderExcluir
  4. voces sao um bando de criticos desinformados!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. um bando de secularistas que precisam de representantes... Evangélicos virou moda, e como tal precisa de representaçao. O Senhor é o nosso Juiz. os verdadeiros cristãos são entregues a morte todos os dias... Acredito que o pastor Silas Malafaia não vai querer representar um bando de hipócritas travestidos de evangélicos que amam um sincretismo maleável e idiossincrático.

    ResponderExcluir

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!