21 de julho de 2015

O POLÊMICO THALLES ROBERTO




O Cantor e multi-instrumentista Thalles Roberto, surgiu no cenário gospel no ano de 2009 e foi uma das maiores revelações daquele ano. 

Com sua história de superação das drogas e oriundo de uma das bandas seculares mais conhecidas do Brasil, a Jota Quest, todos ficaram comovidos. E quando se soube que em 2012 ele havia sido ungido pastor pela igreja "Sara Nossa Terra", muita gente acreditou que ele era "o nome" do mercado gospel.

Particularmente quando ouvi seu primeiro Cd não gostei muito da mistura de estilos: Uma atitude Rock 'n' Roll com uma musicalidade MPB. Mas confesso que comecei a prestar atenção nesse artista justamente por causa de seu testemunho. Lembro-me que à época incluímos algumas de suas músicas no repertório do ministério de louvor de nossa igreja. 

Está tudo muito bem pro Thalles, a fama, o assédio, o apoio de outros artistas gospel como André Valadão, Gabriela Rocha, Damares e outros mais. Só que em 2012 começaram as polêmicas envolvendo seu nome. Em 1º lugar, o Thalles lança uma promoção em um estúdio de rádio que ofereceria um passeio de limousine com o Artista. O que gerou acusações de que ele estava incentivando a idolatria e o o culto á sua personalidade.
Mas as polêmicas não param por aí. Sem se dar por satisfeito, em um programa de TV o Thalles disse que aconselhava seu filho a bater em outras crianças na escola, ou apanharia quando chegasse em casa. Mas uma vez vieram as acusações de ser um cristão raso.

Mas, não contente com as acusações, o Thalles posta um vídeo em uma rede social em que alega que há tempo para sonegar impostos... mais uma enchorrada de acusações.

Ainda com fôlego para mais polêmicas, em 2013 ele lança a música "Filho Meu", que apresenta Deus como um ser sentimentalóide e que tem "flashback" das orações do Thalles, diminuindo a Divindade ao nível mais baixo de Suas criaturas. Essa música foi considerada uma das mais heréticas do cancioneiro evangélico.

http://www.ofuxico.com.br/img/galeria/2014/10/Também em 2013 veio uma das polêmicas que mais abalou sua popularidade: o show cancelado na cidade de União dos Palmares/AL. O artista disse que cancelou o show porque o pastor contratante não havia pago os engenheiros de som. Mas o pastor Ivonélio Abrahão postou um vídeo no Youtube apresentando todos os comprovantes de pagamento e outros. As acusações agora era de ser mercenário e capitalista.

Já em 2015 veio mais uma polêmica: o Lançamento da "Bíblia Thalles" em parceria com a Sociedade Bíblica Brasileira. Este lançamento traz uma Bíblia que têm em sua capa a logomarca do cantor e em suas primeiras páginas seu testemunho. Os críticos logo disseram que seu interesse era usar as Sagradas Escrituras para a auto-promoção. 
Mas o pior ainda estava por vir. Para explicar o motivo desse lançamento, o Thalles posta em uma rede social um vídeo em que alega que o Senhor o mandou publicar essa Bíblia porque os Jovens cristãos brasileiros não lêem as Escrituras. E ainda mais, que por meio da do "dom de influência" que o Senhor lhe havia dado, ele influenciaria toda a nação jovem a ler o Volume Santo. O que não faltou foi crítica tanto dos teólogos, quantos dos Jovens militantes cristãos.

http://portaldotrono.com/wp-content/uploads/2012/02/Com a morte trágica do cantor Cristiano Araújo em 24/06/2015, o Thalles, não satisfeito com todas as acusações e críticas, posta mais um vídeo em que chora por sua perda. Mas no próprio vídeo confessa que não conhecia o cantor e nem escutava suas músicas. Mas críticas e acusações de usar essa tragédia para a auto-promoção.

Mas este mês (Julho de 2015) veio sua consagração nas polêmicas, sua apoteose das
 controvérsias: em um show na Igreja "Comunidade das Nações" do Bispo JB Carvalho ele faz declarações bombásticas. Entre elas a de que por ordem de Deus ela irá parar de cantar músicas cristãs e ingressará no mercado secular. Disse também que cantar música gospel é o mesmo que "bater em bêbado" (usando suas próprias palavras). E que ele está acima da média de todos os outros cantores cristãos e deixou subentendido que eles são medíocres aos seus pés. E mais ainda, disse que é muito, mas muito mais rico do que todos os artistas gospel juntos e que Deus lhe deu uma voz que não deu a mais ninguém... será que parou por aí??? NÃO!!!! Quando os outros cantores gospel expuseram seu repúdio às suas palavras, o Thalles posta outro vídeo tentando se desculpar de suas palavras. Foi um tiro no pé! No vídeo ele, depois de pedir desculpas de forma muito superficial, diz que ingressará no mercado secular para evangelizar cantando músicas seculares. (?????)

http://4.bp.blogspot.com/-o8mCwVawpJg/Uw-aOJ0uj6I/AAAAAAAALts/yhRYDUwhoFw/s1600/Diante de todas essas polêmicas, decidi também me manifestar. Na história do Thalles eu vi o novo ficar velho de novo. O Thalles foi criado por sua família cristã em uma igreja Evangélica em 1998 gravou um álbum em parceria com conhecida cantora Nívea Soares. E em 2003 grava um álbum acústico solo que lhe rendeu uma indicação para o Grammy Latino como melhor álbum de música cristã. Mas com essa fama veio o convite para ingressar no mercado secular com bandas como "Jamil e uma noites" , Luciana Mello e por fim o Jota Quest. Todo esse assédio o afastou do cristianismo.

Agora vemos a mesma história. Com o assédio da fama gospel, o Thalles quer voltar para o mercado secular do qual não obteve o sucesso almejado e que lhe rendeu os frutos de uma vida destruída e marcada pelo álcool e as drogas. O pior de toda essa epopéia é que muitos jovens estão caindo em sua conversa mansa de que foi Deus quem o mandou parar de cantar músicas que falam em Deus. Muitos desses jovens estão confusos quanto ao limite entre o santo e o profano, entre o pecado e a santidade.

Ao expor toda essa história, não estou aqui me postando como o detentor de toda verdade. Mas sim, como um ministro do Evangelho preocupado com a juventude cristã que ao ver alguém que tem o "dom da influência" migrar para o meio do redil do pecado e dizer  acabe sendo influenciados a crer que não há diferença entre os que servem a Deus e os que servem aos seus próprios desejos. 

Devemos orar muito por este homem tão equivocado e quem vêm atropelando sua própria vida e escandalizando o Evangelho. Mas não podemos deixar de advertir àqueles que o curtem de quais são suas intenções reais.
Minha parte estou fazendo: sempre que é possível, admoesto os jovens de minha comunidade de que o mundo jaz no maligno e que só tem morte e destruição para oferecer. E nosso ministério de louvor não toca mais suas músicas!

Igreja Bíblica Vida Eterna (IBVE)

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!