27 de julho de 2016

Advogado de Felipe Heiderich revela novos detalhes do processo: “Psicólogos eram amigos de Bianca”

Felipe Heiderich foi acusado de abusar do filho de Bianca Toledo, de apenas 5 anos. (Foto: Reprodução)
Felipe Heiderich foi acusado de abusar do filho de Bianca Toledo, de apenas 5 anos. (Foto: Reprodução)
O advogado do pastor Felipe Heiderich expôs novos detalhes do processo que envolvem as acusações de Bianca Toledo no programa Fala Que Eu Te Escuto, exibido pela Record na última sexta-feira (22).
No início da entrevista, Leandro Meuser revela que os dois profissionais que ouviram a criança e assinaram os laudos psicológicos e psiquiátricos são amigos de Bianca.
“A psicóloga é um caso bem mais grave, era amiga íntima, conhecida do Felipe e inclusive chegou a tratar dele. Ali a gente encontrava até mesmo uma falta ética e disciplinar para uma psicóloga. Ainda não foi levado ao conselho de psicologia, mas certamente será levado”, disse o advogado. “O psiquiatra, que da mesma forma é amigo da Bianca, é pastor de uma igreja no Rio de Janeiro.”
Leandro acrescenta que depois de terem sido feitos estes dois laudos particulares, foi realizado um laudo oficial. “Esse laudo oficial foi feito pela polícia civil e ele deu em conclusivo, porque ele expôs que a criança não tinha espontaneidade para responder as perguntas, ou seja, ela repetia apenas o que a mãe repetia para ela falar”, afirmou. “Hoje não existe nenhuma prova contra o Felipe, até porque ele não praticou esse crime.”

Tentativa de suicídio
Bianca alegou que após um momento de confronto entre o casal, Felipe tentou suicídio numa noite em que ela não estava em casa. Sobre isso, o advogado também fez esclarecimentos. “Esses remédios eram da Bianca, ela usa medicamentos para dormir, todos os dias. O Felipe me relatou que tinham dois potes de Revotril, um estava totalmente vazio e o outro tinha um pouco mais da metade. Ele não tomou tudo, tomou um pouco disso para tentar dormir”, disse ele, confirmando a versão que Felipe apresentou em um vídeo publicado nas redes sociais.
Depois disso, Felipe foi internado em uma clínica psiquiátrica. “O prontuário diz que a esposa optou por internar ele. Nós temos uma lei (10.216/2001) que diz que quando essa internação é involuntária, a clínica deve informar o Ministério Público em até 72 horas. Não houve informação, não houve nenhum termo de que o Felipe tenha pedido para se internar, não tinha um laudo médico prévio autorizando essa internação. Ele ficou, na verdade, em cárcere privado por oito dias”, alegou Meuser.

Relato das babás
Nas acusações, Bianca conta que há dois anos uma babá relatou que encontrava o menino sem fraldas no berço e que via o patrão entrando no quarto do enteado durante a madrugada. O advogado, no entanto, apresenta outra versão.
“Foram ouvidas três babás nesse processo. Duas delas não relatam nada, dizem que nunca viram nada estranho, que o Felipe sempre tratou o garoto super bem. Uma dessas babás é missionária, inclusive seguidora da Bianca, e diz que em uma das ocasiões já viu o garoto sem fralda, ponto. Ela diz que ele sempre tratou o garoto bem, nunca viu nada que pudesse desabonar, e viu que o garoto em uma noite teria acordado sem a fralda, só com o shorts, mais nada. O depoimento que está no processo é esse”, disse Leandro.
O advogado conta que descobriu que no dia 20 de maio, Bianca fez uma operação financeira em que lucrou cerca de 2,1 milhões. “Depois disso, ela veio tentando modificar o regime de casamento, e o Felipe foi recusando. Depois que o Felipe ficou internado nessa clínica psiquiátrica, ela foi à clínica junto com seu advogado e tentou coagir o Felipe a assinar um acordo de anulação de casamento abrindo mão de todos os bens, se não ela iria até a delegacia para acusá-lo desse crime. E foi o que realmente aconteceu”.
O vídeo completo foi registrado por uma câmera de celular dentro do estúdio do programa. As imagens foram publicadas por usuários do YouTube. Assista:


Fonte: Guia-me
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. O que eu acho mais assustador disso tudo foi o modo leviano de como a autora tornou publica esse caso. Não é pq o trabalho dela é publico que certos assuntos tem que vir a tona. Primeiro que a vida dela não é publica como a mesma alega, pois ela não é transparente como alega. Segundo que eu não entendo esse mundo gospel. É uma ostentação sem fim. Infelizmente quem prega a palavra não a vive. Porque se vivesse não se envolveria em um escada-lo como tal. Houve duas separações no meio gospel que ninguém ficou sabendo de nada. E na verdade nem se devia, afinal é a vida intima da pessoa. Em um deles teve sim um problema bem serio, mais que nada veio a tona. Com isso a pessoa deveria aprender que o peixe morre pela boca...

    ResponderExcluir

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!