1 de março de 2012

Crentes Judaizantes, a apostasia não para!

     Como se não bastassem as igrejas do sétimo dia perturbarem os cristãos com seu legalismo farisaico com respeito a lei e o sábado, agora vem um exercito de neopentecostais capitaneados por Valnice Milhomens, que levianamente se intitula “Apostola”, introduzir praticas vetero-testamentária e tradições judaicas nas igrejas alegando ser revelação de Deus. Sob o slogan “Sair de Roma e voltar para Jerusalém”, estes modernos fariseus tem disseminado praticas tais como:

 
  • Tocar de costas para a congregação, por considerar os ministros de louvor como “levitas”.
  • Uso do Shofar, para liberar unção ou invocar Deus.
  • Observância de festas Judaicas.( Tabernaculos, Bar Mitzivah etc)
  • Uso do Kipá e Talit, que são as vestimentas que os judeus praticantes usam para ir a sinagoga.
  • Tirar os calçados ao entrar na igreja ( alguns já chamam de tabernaculo ou sinagoga) por estar pisando em lugar santo.
  • Uso excessivo de símbolos judaicos tais como, a bandeira de Israel, o Menorah ou a Estrela de Davi.

   Vamos ver agora o que a Bíblia diz sobre esse tipo de coisa, que tem se tornado indispensável em muitas igrejas, inclusive já está invadido os arraiais de denominações históricas (atenção pastores).

  O Tal Slogan “Sai de Roma e Volta para Jerusalém” já foi refutado pelo Senhor a dois mil anos atrás:
João 4:21-23

21  Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me que a hora vem em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai.
22  Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus.

23  Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade, porque o Pai procura a tais que assim o adorem.
 
   A verdadeira adoração, não está em Roma, Jerusalém ou em lugar algum, mas sim naqueles que adoram a Deus como nos ensinou o Senhor: Em espírito e em verdade. Dizer que aderir a modelos judaizantes de culto é o retorno a verdadeira adoração não tem sustentáculo na Bíblia, nossa única regra de fé e prática.

Festas Judaicas, Sabbath, tradições e liturgias judaizantes além de não serem exigidas dos Cristãos, a Bíblia nos ensina que foram abolidas.

Rom.14:5
     Um faz diferença entre dia e dia, mas outro julga iguais todos os dias. Cada um esteja inteiramente seguro em seu próprio ânimo.
Gal.4:9-11
   
9  Mas agora, conhecendo a Deus ou, antes, sendo conhecidos de Deus, como tornais outra vez a esses rudimentos fracos e pobres, aos quais de novo quereis servir?
10  Guardais dias, e meses, e tempos, e anos.
11  Receio de vós que haja eu trabalhado em vão para convosco
.


Col.2.8   
     Tende cuidado para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo e não segundo Cristo;
Col.2:16-17
      Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados,
      que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo.


Paulo sendo fariseu e filho de fariseu, tendo sido observador rigoroso da tradição de seus pais( Gal.1:14) declarou sobre a Lei e a tradições judaicas:


Gal.4.21-26

21 ¶ Dizei-me vós, os que quereis estar debaixo da lei: não ouvis vós a lei?
22  Porque está escrito que Abraão teve dois filhos, um da escrava e outro da livre.
23  Todavia, o que era da escrava nasceu segundo a carne, mas o que era da livre, por promessa,
24  o que se entende por alegoria; porque estes são os dois concertos: um, do monte Sinai, gerando filhos para a servidão, que é Agar.
25  Ora, esta Agar é Sinai, um monte da Arábia, que corresponde à Jerusalém que agora existe, pois é escrava com seus filhos.
26  Mas a Jerusalém que é de cima é livre, a qual é mãe de todos nós;


Por tanto não deixe tais modismos invadirem sua congregação. O Gálatas estavam nesse caminho judaizante e Paulo lhes disse:

Ó insensatos gálatas! Quem vos fascinou para não obedecerdes à verdade, a vós, perante os olhos de quem Jesus Cristo foi já representado como crucificado? (Gal.3.1)

Sem. Francisco Belvedere Neto
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

4 comentários:

  1. Parabéns pelo artigo.
    Tanta luta que o APÓSTOLO Paulo teve com os judaizantes da Galácia (principalmente) e agora vês estes "apóstolos shing ling" tentando judaizar a igreja novamente.
    Hoje, mas que nunca, precisamos nos apegar à Palavra e a simplicidade do Evangelho de Cristo, pois somente assim não entraremos no EUvangelho pregado pelos judaizantes modernos.

    ResponderExcluir
  2. Esses judaizantes deveriam adotar também a circuncisão. Deveriam pesquisar mais sobre o hexagrama esse símbolo maligno.

    Luís

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia esse site e estou gostando muito dos artigos! Porém, tenho que discordar de algumas coisas nesse texto.
    Primeiro, as igrejas do sétimo dia não perturbam nenhum cristão. Pelo contrário, quem já foi em algum culto em uma igreja adventista por exemplo sabe como o ambiente é acolhedor, e como eles são corretos quanto aos princípios de Deus.
    Segundo, os costumes e tradições judaicas são muitas vezes relacionados à gratidão e ao respeito a Deus (coisa que muitas vezes falta em nossas igrejas). Às vezes realizamos dentro das igrejas atividades com uma essência muito mais "pagã" do que essas citadas acima.
    E antes que perguntem, não sou "judaizante". Frequento a Igreja Batista.

    ResponderExcluir
  4. "Sabendo que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pelas obras da lei; porquanto pelas obras da lei nenhuma carne será justificada."Gálatas 2:16

    "Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las." Gál.3:10

    Espero que o amigo simpatizante pela conduta dos que seguem essa seita adventista pense nesses versículos e em outros que estão na Bíblia sobre a sua admiração pelos que se mantém sob a velha lei e comece a orar para que eles abandonem o erro em que estão.

    Luís

    ResponderExcluir

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!