24 de junho de 2015

Carta de Jesus a Gregório Duvivier @gduvivier


Querido Gregório,
Aqui quem fala é Jesus. Não costumo falar assim, diretamente, mas é que você não tem entendido minhas indiretas. Imagino que já tenha ouvido falar em mim - já que você se acha meu porta voz. Durante um tempo achei que falasse de outro Jesus -talvez do DJ que namorava a Madonna- ou de outro Cristo -aquele que embrulha prédios pra presente - já que nunca pedi para você escrever cartas eu meu nome (nem vou pedir, relaxa). Saiba que você não me conhece.
Caso queira me conhecer, saiu uma biografia bem bacana a meu respeito. Chama-se Bíblia. É o livro mais lido no mundo. É possível que tenha um até na sua casa. Apesar de você não gostar muito de ler, sugiro que tenha paciência para estudar a fundo o Velho Testamento, o qual fundamenta toda minha passagem pelo que você chamou de "segunda temporada", ou o Novo Testamento.
Se você ler direitinho vai perceber, humorista pseudointelectual, que eu não abordo direcionamento político algum. Tem uma hora do livro em que isso fica bastante claro (atenção: SPOILER), quando meus discípulos questionam sobre a validade do império de Cesar diante do meu Reino. Digo que devem dar a Cesar o que é de Cesar e a Deus o que é de Deus. Ou diante do governador Pilatos quando disse que meu reino não é deste mundo. E, meu caro Gregório, já que não me conheces, talvez eu precise ser mais claro sobre o que disse para aquele jovem rico. Não sou de esquerda, nem odeio ricos. Se você não fosse preguiçoso e pulasse o Antigo Testamento, saberia como filhos meus foram reis, à medida que tantos outros foram escravos. Ter muito ou pouco dinheiro não é parâmetro para minhas escolhas. Apenas saiba que a primeira coisa que desaparece da vida dos que são chamados para o meu reino é o orgulho, pois não há nada que possam fazer nem dinheiro nenhum no mundo que possa pagar o preço de suas almas.
Analisando a sua conta bancária, percebo que o senhor talvez não esteja familiarizado com um camelo ou com o buraco de uma agulha. Vou esclarecer a metáfora. Um camelo é 3.000 vezes maior do que o buraco de uma agulha. Isso significa que todo aquele que se ensoberbece e alimenta seu orgulho por conta do dinheiro não tem parte comigo. Não sou socialista como Marx, Engels e Bakunin - esse bando de lunáticos que fundamentaram o caminho para a execução de mais de 100 milhões de pessoas no século XX por conta dessa ideologia fadada ao fracasso. Sou Senhor sobre toda Criação e cabe a mim ser glorificado, por isso escolhi meu povo, homens ou mulheres, pobres ou ricos, brancos ou negros. Não importa o que são ou o que fazem. Eu os regenero. Por eles eu morri e pelos seus pecados fiz justiça diante de Deus. Para que ninguém se glorie diante de mim.
Fui crucificado com ladrões e disse, com todas as letras (Mateus, Lucas, todos estão de prova), que mesmo o maior dos pecadores pode ser alcançado pela minha graça, mesmo em seus últimos momentos de vida. Mas você acha mesmo que eu não seria a favor da justiça e da merecida condenação que o ladrão obteve pelos seus crimes diante dos homens? Não seja tolo. Aquele ladrão foi julgado e recebeu a punição pelos seus crimes. Não o mandei descer da cruz e receber medidas socio-educativas. Eu curei a sua alma e o levei para o paraíso naquele mesmo dia.
Soube que você não acredita que um dia voltarei à Terra. Más notícias, humorista. O reino que inaugurei na minha vinda ainda não foi plenamente estabelecido. Você não percebe, óbvio. Nem dá a mínima pra isso. Não fale por aí que já voltei várias vezes em diferentes formas, pois não sou de fazer brincadeiras. Eu voltarei, em soberana glória e todos verão. Inclusive você, Gregório. Peço, por favor, que preste mais atenção à sua volta. Certamente minha mensagem, a minha mesmo, está sendo pregada por aí. Não pelos seus inimigos públicos com os quais também não tenho parte. Observe aqueles que são meus verdadeiros discípulos e neles você me verá. Não se preocupe em ser ou não convencido por argumentos humanos. Quem convence sou eu. E não pense que exista alguém nesse mundo capaz de resistir ao meu chamado.
Extraído do Facebook de Alex Abreu
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!