12 de julho de 2012

astora ministra palestra sobre sexo com referências ao Kama-Sutra, e vende “produtos estimulantes” para casai


Uma pastora da congregação da Igreja de Deus Pentecostal do Brasil (IDPB) resolveu enfrentar um dos maiores tabus enfrentados pela sociedade, e pela igreja, e decidiu ministrar palestras onde fala abertamente sobre o sexo.

A pastora Vânia Medeiros Pinheiro, 47, junto com a pastora de jovens Priscina Inocêncio, 23, e sua filha, Adriana Pinheiro, 27, ministra a palestra “O poder do sexo”, onde afirma estimular e incentivar a prática do sexo livre, dentro do casamento.

Em suas palestras, as pastoras ensinam que o casal deve experimentar posições sexuais além da mais tradicional, assim como também pode e deve usar produtos estimulantes e roupas sensuais. Para ensinar as posições capazes de garantir o orgasmo à mulher, elas buscaram nos registros de livros como o ‘Kama-Sutra’ e redesenharam as posições e atos para levá-los às palestras, entre eles, o sexo oral

- O sexo tem que ser bom tanto para o homem quanto para a mulher e não é pecado ter prazer em praticá-lo – explica Vânia.

- O que se vê nos meios evangélicos é que o homem é o único a ter direito a prazer, enquanto as mulheres são proibidas disso, o que está errado porque o sexo foi dado por Deus para o casal – afirma a pastora, que destaca a repercussão positiva que vem tendo com suas palestras e frisa que muitas mulheres ainda sentem dificuldade em abordar o assunto.

Além das palestras, o grupo de mulheres decidiu vender lingeries, roupas íntimas, cremes e perfumes, já que seria difícil às mulheres da igreja frequentarem um sex-shop. Segundo elas, o consumo de cremes e perfumes estimulantes é muito importante para as mulheres como um “algo a mais” para o estímulo sexual. Elas só condenam a masturbação e o uso de equipamentos como o vibrador, capazes de prover o prazer solitário.

As pastoras argumentam ainda que dentro da própria Bíblia há ensinamentos sobre a prática sexual, e dizem que roupas sensuais, perfumes e cremes ajudam a manter o “fogo” do casamento.

A pastora Vânia conta também que seu trabalho em incentivar o casal a investir no relacionamento íntimo ainda causa reações negativas dentro se sua própria igreja.

- Já ouvi alguém falar que eu deveria trabalhar com a Bíblia, mas o trabalho do pastor é mudar as mentes. Num sex-shop era constrangedor, porque ali banalizam o sexo, mas nós damos o valor dado por Deus a ele – relata.

De acordo com o site A Crítica, ela ressalta ainda que, através desse trabalho, “tiram das mulheres o sofrimento imposto às herdeiras de Eva, a primeira mulher por meio de quem, segundo a Bíblia, o pecado entrou no paraíso criado por Deus”.



Fonte: Gospel+
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. Mais um golpe para tirar dinheiro do povo. Onde elas encontram na Bíblia base para se colocarem como pastoras? Ensinamentos sexuais na Bíblia?
    Cada coisas que aparece nessas sinagogas de Satanás.

    Luís

    ResponderExcluir

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!