2 de julho de 2012

Quando confundimos devotamento com religiosidade

Os fariseus surgiram entre o 3° e 2° século antes de Cristo, tendo durado possivelmente até 70 d.C, com a destruição de Jerusalém, embora acredita-se que pequenos núcleos tenham permanecido com o tempo, já mesclados a seita dos ebionitas e dos gnósticos, portanto sem as características originais da seita farisaica.

Eles surgiram possivelmente dos hassidim, grupo que lutou na revolta dos Macabeus (168-142 a.C.)  contra Antíoco IV Epifanes. Eram sérios, buscavam a santidade, a pureza, o conhecimento da Palavra de Deus e da revelação do Espírito de Deus, em detrimento dos contemporâneos saduceus, que eram contra qualquer tradição oral e eram simpatizantes das filosofias helenistas dentro da religião judaica. 


Seu patriotismo e pureza eram notáveis, mas em certo ponto da jornada começaram a se desvirtuar, a se colocarem numa posição "superior" ao povo, de não mais ensinarem a Palavra de Deus sem inserirem diversas tradições sem sentido e ainda por cima muitos não viviam o que eles mesmos ensinavam, o que tornava aquilo que diziam pura hipocrisia. Jesus mesmo disse acerca deles que eles "não entram (no reino dos céus), nem deixam entrar aqueles que gostariam de fazê-lo." (Mateus 23:13).


O grande perigo nos dias de hoje é de nós todos, combatentes da fé, que estudamos, buscamos um Evangelho sério, sem manchas nem adições contrárias à Palavra de Deus, de em nossa busca começarmos a ignorar outros cristãos e os perdidos, vivendo numa hipocrisia de vida, o devotamento virando pura e simples religiosidade.


O que levou os fariseus à queda, entre outras coisas, foi perderem o contato com Deus, tal acontecera com o sacerdote Eli mais de 1000 anos antes. Esse é o perigo que corremos, se vivermos numa busca pela santidade e pela integridade do Evangelho SEM o controle do Senhor.

Que aprendamos a buscar mais e mais ao Senhor Deus, para que nunca percamos de vista a Sua Soberania e nunca deixemos de ser devotos dele para tornarmos tolos religiosos...  
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!