29 de agosto de 2012

A história do povo que se corrompeu


 

Houve uma época distante já, em que um povo muito interessante havia na Terra. Chamavam o nome deles de "o povo de Evan Gélicos", em referência à rocha em que se apoiavam e habitavam, chamada de Evan Gelion. Esse povo lutava contra uma coisa terrível advinda de um exército chamado "Menti-iRas". E lutavam com afinco contra esse povo, pois sabiam que eles vinham pra destruir suas mentes e matar não só a eles, mas a todos os povos da região que não pertenciam ao seu povo.

Um dia, entretanto, uma grande parte desse povo dos Evan Gélicos começaram a seguir propostas de trégua com o povo de Menti-iRas. Se embebedaram com eles e passaram com isso a aprender os discursos desse povo mau e espalhar esse mesmo discurso dentro de seu povo, dizendo que não só eram coisas boa, usando como desculpa serem "coisas novas, nunca reveladas até então para seu povo, coisas que trariam prosperidade, riquezas e alegria a todos". E muitos mais caíram nessas mentiras, e pior, começaram até mesmo a sair de cima da rocha de Evan Gelion, construindo seus lares nas tendas de Menti-iRas e coabitando com seus habitantes.

Logo, grande parte desse povo começou a se perverter e se misturar de tal forma, que começaram a negar suas raízes. Começaram a cada dia menos se parecer com o povo pacífico, honesto e bondoso de outrora. Começaram à promover guerras e cruzadas contra os povos vizinhos, à devorar suas ovelhas com impostos, tributos e falsas promessas de bençãos e proteção advindas de seus votos forçados. Passaram inclusive a ameaçar a todos com fogo, dizendo que todos que não fizessem tudo o que eles mandavam, iriam morrer. E isso nem foi só com os de fora: dentro da cidade principal, alguns se levantaram como pretensos reis e sacerdotes e passaram a explorar a cada um dos seus conterrâneos, principalmente aqueles que permaneciam lutando contra toda aquela balbúrdia. Esses alias se tornariam malditos para esses, que começaram a dizer que cada um deles eram baderneiros e que mereciam até mesmo a inquisição.

E assim caminha esse povo, mal sabendo eles que o dia do Rei deles chegar está cada dia mais próximo. E quando o Rei deles voltar, porventura achará ainda fiéis nesse meio?

(Lucas 18:8)  

Publicado originalmente por mim mesmo em Destruíndo a Mentira.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!