27 de agosto de 2012

Visão Celular no modelo dos 12, cuidado com essa deturpação!



Tenho visto consequências da deturpação da visão celular no modelo dos 12. Quero deixar claro que acredito ser uma visão abençoada, mas existem casos e casos de igrejas feridas, pessoas prejudicadas em sua caminhada cristã por causa da Visão. Acho até que a Visão propícia, facilita esta deturpação, pois, altera as relações entre cristãos. Expõe as pessoas e, principalmente, o coração delas (Jeremias 17:9 – “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?”). Portanto, tudo é possível, tanto a deturpação como o pleno desenvolvimento, se bem que tenho visto mais o primeiro caso. 

Como alguns líderes da Visão afirmam, a falha não está na Visão, mas sim, nas pessoas. Esta é uma faca de dois gumes, porque se a falha está nas pessoas e a Visão envolve pessoas, multidões na verdade, consequentemente, sempre haverá problemas. Momentos de dores, traumas e prejuízos espirituais não faltarão. Satanás aproveita-se dessas situações e amarra a vida de crentes, líderes e igrejas. A área que mais afeta a Igreja no meu ponto de vista, é a área do relacionamento pessoal. Na Visão Celular, a base dessa relação está em alguns versículos bíblicos, tais como:

Mateus 10:24 – “Não é o discípulo mais do que o mestre, nem é o servo mais do que o seu senhor”. 


Romanos 13:1 – “Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus; e as autoridades que há foram ordenadas por Deus”. 

Filemon 19 – “Eu, Paulo, de minha própria mão o escrevi: Eu o pagarei, para te não dizer que ainda mesmo a ti próprio a mim te deves”. 

Romanos 13:7 – “Portanto, dai a cada um o que deveis: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra”. 

Diante desses textos os discípulos sempre têm uma dívida de honra com o líder. Isso é bíblico e está correto. Contudo, esta verdade bíblica pode ser deturpada. O problema está no exagero. Tal exagero leva a vários problemas...

1) Escravidão: Líder que escraviza seus discípulos. Discípulos que se auto-imputam essa condição. Esquecemos que verdadeiramente Jesus é o nosso maior exemplo de mestre. Ele disse que o maior no Reino dos Céus é aquele que serve (Lucas 22:26 – “Mas vós não sois assim; pelo contrário, o maior entre vós seja como o menor; e aquele que dirige seja como o que serve”.) A Visão Celular deturpada leva a um excesso de exigências do líder para com o discípulo e vice-versa. Há líderes que gostam de serem servidos, bajulados. E há discípulos que são verdadeiros bajuladores, honrando mais ao líder que a Deus.

2) Idolatria: A escravidão é apenas um nível da deturpação da Visão Celular. Um nível mais profundo é a idolatria. idolatria tira o caráter espiritual da adoração e a materializa através de imagens, objetos, etc. Até pessoas podem ser objetos de adoração. Alguns discípulos projetam suas carências afetivas, emocionais, psicológicas, entre outras, na figura do líder. É mais fácil ver o líder que “ver” a Deus. O líder precisa aprender a discernir essa reação de seus discípulos e nunca aproveitar-se disso para ganhar dividendos.

3) Limitação: Citamos Mateus 10:24 logo acima e lemos que o discípulo não é maior que o mestre, mas, verificando e comparando com João 14:12 – “Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai”, entendemos a dimensão dessa relação. Jesus coloca aqui a situação de que os discípulos podem realizar obras maiores que as que Ele fez na Terra. A mulher com fluxo de sangue precisou tocar as vestes de Jesus (Marcos 5:28 – “Porque, dizia: Se eu apenas lhe tocar as vestes, ficarei curada”.) A sombra de Pedro curava as pessoas (Atos 5:15 – “de sorte que transportavam os enfermos para as ruas e os punham em leitos e em camilhas, para que ao menos a sombra de Pedro, quando este passasse, cobrisse alguns deles”.) Evidentemente Pedro fazia isso em Nome de Jesus. Era Jesus quem curava através da sombra de Pedro e da fé dos doentes ao se posicionarem nas ruas. O líder não é o teto para o discípulo. A área de abrangência do líder não pode limitar o discípulo. O dom do líder não pode limitar o dom do discípulo. O discípulo pode avançar mais que o líder. (Quem disse que os "12" tem que saber mais que os outros?)Será que Deus dará menos dons aos discípulos para que estes não ‘atropelem’ os líderes? Os discípulos sempre devem estar à sombra de seus líderes? A honra é afetada com a distância? (2 Timóteo 4: 12 – “Também enviei Tíquico a Éfeso”.)

4) Exclusivismo: "esta é outra deturpação crônica. ‘Fulano é meu discípulo’; ‘Siclano é da minha célula’. Com falas semelhantes a estas, muitos líderes já determinam o futuro do discípulo: ‘Será meu 12’; ‘os discípulos que ele conquistar serão meus 144’. A deturpação da relação líder X discípulo leva a situações como estas. A pessoa é exclusiva de tal célula. Isto propicia o efeito escravista da Visão. Outra consequência do exclusivismo é esta: os dons espirituais do discípulo serão desenvolvidos apenas na célula. Isto é danoso! "

5) Determinismo: O engessamento da estrutura celular m12 pode levar ao sepultamento de alguns talentos ou dons. 1 Coríntios 12:7 – “Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um para o que for útil” nos revela que a manifestação dos dons é para algo útil". Se a célula não desenvolver os dons da pessoa, brotará uma frustração, uma expectação que nunca será satisfeita. A utilidade dos dons visa apenas Ganhar, Consolidar, Discipular e Enviar discípulos? Os dons espirituais servem para a edificação da Igreja (1 Coríntios 14:12 – “Assim, também vós, visto que desejais dons espirituais, procurai progredir, para a edificação da igreja”.)Evidentemente a edificação da Igreja subentende os quatro degraus da Escada do Sucesso, mas, não somente isto. Edificar uma Igreja é ganhar e discipular pessoas, porém, não somente através da estrutura da Visão Celular. Exemplo disso são os dons de serviço, principalmente na área da criatividade artística, teatro, louvor e dança. Como dedicar-se e aperfeiçoar-se nessas áreas com a pressão de ganhar e discipular almas somente através da célula? Não existem outros métodos? Infelizmente, isto já está enraizado na cabeça de alguns líderes. A Visão Celular gera estabelecimentos de metas que pressionam os líderes de células, que por sua vez, pressionam os demais líderes. A questão celular ganha elevação sobre a questão ministerial. Isto gera uma igreja de células e não uma igreja de ministérios."

6) Legalismo: "É possível uma igreja abandonar a graça de Deus pela Lei da Visão Celular? Infelizmente é possível. A graça de Deus é libertadora e libertária. A Visão é estabelecida através de Leis: todo discípulo é um líder em potencial. Confundem o que a Bíblia define como exigência (Testemunho) em dom (Liderança). Todos devem testemunhar, é uma ordenança. Liderança é um dom espiritual ou uma aptidão natural, contudo, pode ser desenvolvida, segundo John Haggai. Ele escreveu que algumas pessoas não são líderes e nem podem ser desenvolvidas na liderança. Contudo, a Lei da Visão diz que todos são líderes. Isto gerou frustrações que o diabo aproveitou para barrar o crescimento da Igreja. A Lei da Visão não está escrita em Pedras ou em Papel, mas, corre à boca miúda e aparece até mesmo em pregações."

7) Excelência: "Como a lei da Visão diz que o discípulo é um Líder e, como os Líderes devem viver em um nível acima da normalidade, consequentemente tudo deve estar em um nível melhor. É a excelência. Excelência não somente na vida espiritual, mas, principalmente, na material. Ao presentear, excelência; ao preparar uma refeição para alguém, excelência. Isto gerou uma corrida obstinada à abundancia de riqueza. Sempre o que vem amanhã deve ser mais excelente do que veio ontem. Em nome da dívida de honra gastos absurdos se efetuaram, causando transtornos financeiros em diversos lares. Novamente, mais áreas exploradas pelo inimigo. "

8) Competição: "Frases soltas ouvidas no decorrer dos anos: ‘tal igreja tem tantas células, eles não são melhores que nós, vamos nos esforçar e ultrapassá-los’; ‘tal líder é um líder de êxito, pois tem tantos discípulos’; ‘estão vendo, Fulano tem mais discípulos e ganhou mais presentes no Dia do Discipulador’. Ser discípulo virou moeda em um joguete de comparação entre líderes de células. Ganhar almas é nobre, porém, a deturpação gera tais excentricidades perniciosas. A relação Líder X Discípulo ficou manchada em nome da Competição. Mais uma vez a Igreja de Células ganhou terreno sobre a Igreja de Ministérios."

9) Neofitismo: "Com a Visão Celular Neófitos são convocados a discipular pessoas. Isto é maravilhoso, pois, quando você ensina, aprende muito mais (Atos 20:35 – “Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é mister socorrer os necessitados e recordar as palavras do próprio Senhor Jesus: Mais bem-aventurado é dar que receber”.). Ensinar a orar, a importância da leitura da Bíblia, ministrar o ‘leite espiritual’ é muito importante e deve ser incentivado. Contudo, dar palpites sobre decisões importantes na vida do discípulo com uma roupagem espiritual, com peso de profecia mesmo sendo uma profetada, é algo tenebroso. É terrível. Creio que isto não é feito visando proveito próprio, na verdade, o líder neófito está sendo ingênuo e a dívida de honra da relação Líder X Discípulo faz com que o discípulo obedeça a decisão. No final das contas, como não foi Deus quem deu a palavra, não foi profecia, mas sim, profetada, tudo dará errado e gerará frustração e angústia onde deveria haver alegria."

10) Hipocrisia: "podemos ver a hipocrisia em duas frentes, a individual e a corporativa. Com o passar do tempo, toda essa frustração e angústia gerada pelos conflitos da relação Líder X Discípulo, suscita a hipocrisia. Esse problema terrível faz o líder de 12 fingir que tem um governo de 12. Faz líderes de células fingirem que têm células e assim por diante. Uma hipocrisia corporativa ou mentira sistêmica. Em nome da excelência mantém-se a pessoa na liderança por alguma dívida moral ou por algum interesse para-eclesiástico. Alguma semelhança?Individualmente, os discípulos não vão mais à célula por conta das mesmas angústias e frustrações citadas acima. Na verdade, nem discípulos mais são como a Visão Célular determina, são membros de uma Igreja Celular."

11) Acepção de pessoas: "a dívida de honra leva os discípulos a privilegiarem mais os líderes do que seus semelhantes. Leva também a privilegiarem seu líder em relação a outros líderes. Isto é triste. Em Tiago 2:8,9 lemos: "Todavia, se cumprirdes, conforme a Escritura, a lei real: Amarás a teu próximo como a ti mesmo, bem fazeis. Mas, se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, e sois redarguidos pela lei como transgressores". Em busca da excelência, os discípulos favorecem seu líder, preterindo pessoas à sua volta."

12) Profetadas: "a relação líder X discípulos pode levar a uma situação extremamente perigosa. O líder é ensinado a abençoar o discípulo, a declarar palavras "proféticas", do tipo: "eu declaro que você é tal coisa". Isso é benção, contudo, pode virar uma maldição. Falar palavras abençoadas é uma coisa, fazer profecia é outra! Todas as promessas bíblicas são para todos os crentes? A resposta é não. Alguns não serão pais de multidões simplesmente pelo fato de ter um dom de serviço. Será um discípulo abençoado, vai ganhar algumas pessoas para Jesus, mas, daí a ser um "pai de multidões" é outra coisa. Bem, esta é apenas uma situação, há outras. No final, as "profecias" criam nos discípulos uma ansiedade desnecessária que pode gerar uma frustração indevida. Uma armadilha, na verdade. Observem essa frase que bem pode ser um pensamento de um discípulo: "Se meu líder declarou tal coisa a meu respeito e isso não se concretizou. Ou a culpa foi minha, eu sou culpado disso não ocorrer, ou o meu líder não é um profeta!". Mais uma brecha para satanás agir. O Espírito Santo não falará da boca de um crente (líder) algo que outro crente (discípulo) não será. Muitos confundem a Profecia (Deus falando) com palavra profética (declarações abençoadas). A sentença para o falso profeta era a morte."

R E S P O N S A B I L I D A D E S 


Toda essa situação descrita acima caracteriza uma condição para a liderança.

Pastores: É deles a responsabilidade no cuidado das ovelhas. Delegar essa autoridade a líderes de células não exclui a responsabilidade dos pastores na perda de pessoas. Pessoas que se converteram e que desceram às águas do batistério e que estão no mundo, ou – graças a Deus – em outras igrejas ou configurando uma leva de frustrados e angustiados dentro da igreja local. Essa responsabilidade será cobrada dos líderes de célula relapsos, mas, os pastores da igreja receberão pior juízo (Hebreus 13:17 – “Obedecei a vossos pastores e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossa alma, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil”.). Quem lidera a Igreja não é o mestre, o profeta ou outro líder. É o pastor! Alguns pastorearam levianamente.

Mestres: Os mestres que viram o problema e se calaram, mesmo a título da dívida de honra ou com o intuito de não criticar o líder (Tiago 3:1 – “Meus irmãos, muitos de vós não sejam mestres, sabendo que receberemos mais duro juízo”.), também serão julgados por Deus. Os mestres se calaram, ficaram cegos e mudos pelo diabo. Deixaram se envolver pelas próprias concupiscências. Ensinaram levianamente.

Profetas: Não tiveram o discernimento espiritual necessário para enxergar a ação do diabo. Não viram a maldição no meio da bênção. Abriram a boca levianamente. Ou então, podem até ter visto, contudo, deixaram-se envolver pelas próprias concupiscências.

Líderes: muitos abusaram da relação com o discípulos, tornaram-se ladrões ao invés de pastores. Outros, ingenuamente, foram se deixando levar pela situação, indo contra a Palavra de Deus. Lideraram levianamente.

A Visão Celular é um método de discipulado maravilhoso, porém, não vejo assim a Visão Celular no Modelo dos 12 da forma como tem sido organizada. Esta Visão e as pessoas envolvidas no processo precisam ser corrigidas. O diabo está ganhando terreno à despeito das conquistas de almas. Ele se aproveita de todo o atrito e arrasto gerado por esse movimento chamado Visão Celular no Modelo dos 12. Repito, a Visão e as pessoas envolvidas nela precisam de correções. Não é o caso de um voltar às origens, mas sim, de um avaliar extremado, de um reorientar e realocar os paradigmas desse sonho. Avançar para a conquista - com sucesso para todos.




Texto: Transcrito
 
Fonte:http://lelekevisita.blogspot.com.br/2012/08/visao-celular-no-modelo-dos-12-cuidado.html
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

5 comentários:

  1. nada me dá mais nojo que essa baboseira.
    Cristao peregrino

    ResponderExcluir
  2. A visão celular nasceu com a igreja católica, com outro nome e o pai do projeto é o teólogo católico Don Escrivá. http://bereianos.blogspot.com.br/2008/04/ponto-final-sobre-verdade-do-g12m12-e.html#.UDzFJcFlTsA
    Portanto esse tipo de visão já nasceu fadada aos resultados que temos visto nos dias atuais. Muita feitiçaria com origem da nova da era e tantas outras coisas que denegri o evangelho da cruz.

    ResponderExcluir
  3. Misericórdia desses religiosos comentaram acima.
    Voce conhece as arvores pelos frutos, e a visão tem frutos e frutos permanentes João 15:16.

    ResponderExcluir
  4. A visão dos 12 com certeza é abençoadora! Jesus teve seus 12 e nos ensinou a pregar o evangelho por todo mundo, e assim como ele ter os 12 dicipulos! É uma visão eficiente pois o modo de ganhar vidas, as celulas fazem com que o reino de Deus se expanda mais rapidamente!
    Infelizmente como em qualquer lugar o homem erra, pensa em si mesmo, em suas vontades, e com orgulho muitas vezes não segue aquilo que Jesus deixou pra nós. Acima de qualquer coisa, de ser analisado se as minhas atitudes agradam a Deus e não ao pastor, ou o lider, pois os homens não podem saber de tudo o que fazemos mas Deus sim, é a Ele que devo agradar! A visão em células e G12 é ótima se seguida com o foco de ganhar vidas pra Jesus, pra Agradar ao senhor, se perdemos esse foco, não somente a visão dos 12 mas qualquer igreja com outros métodos cairão! O foco deve ser Jesus, vidas salvas por ele, por meio do sacrificio perfeito que ele Fez por nós e por todos nesse mundo, somos somente ferramentas!

    ResponderExcluir
  5. e assim mesmo o povo gosta de criticar o que não vive, faze o que mesmo, não podemos agradar a todos quando nem jesus agradou.
    e arvore que tem frutos o povo joga pedra mesmo!!!!
    e como jogam pedra na cisão celular viu!!

    ResponderExcluir

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!