17 de março de 2017

Criança ganha sapatos de missionários e mãe fica impactada: “Esse amor não existe no Islã”

Clinton e Mary em frente à igreja que estão frequentando, no Quênia. (Foto: Samaritan's Purse)
Clinton e Mary em frente à igreja que estão frequentando, no Quênia. (Foto: Samaritan's Purse)
Mary e seu filho deixaram sua cidade natal para viver em Meru, no Quênia, em uma vizinhança repleta de muçulmanos. Com a influência dos vizinhos, eles passaram a seguir a religião.
Sendo uma mãe solteira, sua expectativa era encontrar uma comunidade que recebesse bem seu filho, Clinton. No entanto, ela se deparou com situações inesperadas.
Na mesquita próxima de sua casa, os instrutores islâmicos bateram em Clinton por ele ter pronunciado os versos árabes do Alcorão de maneira errada. Certo dia, ele disse a sua mãe que não queria voltar para suas aulas islâmicas.
“Para onde você vai?”, ela perguntou. “Eu quero ir à igreja. Deus me dirá onde”, ele respondeu. Mary ficou surpreendida pela resposta do filho, sem saber que o Deus bíblico estava começando a chamá-lo.
Poucos dias depois, um amigo convidou Clinton para visitar sua igreja. Depois de participar do culto, Clinton recebeu uma caixa de sapatos da Operação de Natal promovida pela organização Samaritan's Purse, liderada pelo pastor Franklin Graham.
Clinton continuou frequentando a igreja com seu amigo, enquanto sua mãe ia para a mesquita. Ele se envolveu num programa de discipulado e ficou surpreso por não apanhar dos professores da igreja.
Em suas aulas, Clinton aprendeu sobre um Jesus Cristo diferente do que foi ensinado pelos líderes islâmicos. Ele descobriu que Jesus era muito mais do que um profeta — Ele é o Filho de Deus.

Clinton aprendeu sobre um Jesus diferente do que foi ensinado pelos líderes islâmicos. (Foto: Samaritan's Purse)
A cada semana, ele contava à sua mãe o que aprendia nas aulas. Aos poucos, Deus também começou a transformar seu coração.
“Quem são essas pessoas que nem conhecem meu filho, deram a ele um presente e estão gastando tempo para ensiná-lo?”, ela imaginou. “Quem é este Jesus que obrigou essas pessoas a fazerem isto?”
Mary começou a visitar os cultos da igreja com seu filho e passou a aprender sobre Jesus. "Eu tinha que conhecer essas pessoas que deram os sapatos de presente", disse ela. “Este tipo de amor não existe no Islã. Eu sabia que estes deveriam ser o povo de Deus.”
Depois de algumas semanas na igreja, ela também entregou seu coração a Jesus e foi batizada. “Eu decidi, desde aquela época, que eu iria servir ao Senhor", disse Mary. "Esse amor que eu recebi, quero expressar a outras pessoas."

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE GOD REPORTS

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!