30 de abril de 2010

Sobre a arca de Noé


De uma forma um tanto quanto discreta, foi anunciado ao mundo nesse dia 27 de abril 2010 a descoberta mais intrigante e discutida no meio arqueológico dos últimos tempos, o possível achado da Arca de Noé, conforme descrita em Gênesis cap 6.
Na verdade, essa não foi a primeira vez que se ouviu falar de relatos da possível existência de uma grande embarcação de madeira nas montanhas geladas da Turquia, cito por exemplo, um dos vários casos conhecidos:
Na década de 50, a força aérea americana fez registros ao sobrevoar as montanhas do Ararat ao leste da Turquia, os pilotos afirmaram ter enchergado parte do que parecia ser uma grande embarcaçao.
Se você buscar no google earth, encontrará sinalizado um ponto que se chama “Anomalía do Ararat”, como sendo esse o possível local que a embarcação repousou há mais de 4 mil anos. Motivados por esses dados, alguns pesquisadores Chineses e Turcos, escolheram o verão de 2009, no mês de novembro, época em que a neve está concentrada em menor quantidade, e subiram mais de 4 mil metros numa região de difícil acesso, seja por condições da natureza ou das circunstâncias de segurança, por se tratar de uma area de conflitos dominada por tribos que habitam a região. Essa montanha, que desde os tempo bíblicos se chama Ararat, Moises descreveu em Gênesis cap 8, versículos 3,4 o seguinte:
“E as águas iam-se escoando continuamente de sobre a terra, e ao fim de cento e cinqüenta dias minguaram.”
“E a arca repousou no sétimo mês, no dia dezessete do mês, sobre os montes de Ararate.”
Muitas foram as investidas de arqueólogos em descobrir algo que venha a comprovar a existência de provas materiais da Arca, mas, essa é a primeira vez que alguém desce da montanha com fotografias, imagens e pedaços da madeira da possível ambarcação. O fato é que agora, talvez, seja muito cedo para provas irrefutáveis desse achado, mas seguramente nesse próximo verão de 2010, novas expedições subirão ao local para buscarem mais provas e imagens, e assim sanar qualquer tipo de dúvida a respeito dessa descoberta que será, na verdade, a maior descoberta do mundo arqueológico.
Agora segue minha análise de cristão. E gostaria de compartilhar com você os seguintes pensamentos:
Desde de criança criei a expectativa de um dia ouvir a notícia da Arca de Noé ter sido encontrada, já que Deus deixou o endereço da onde ela havia “adormecido”. Acredito que isso não aconteceu somente comigo, mas, a todos os que amam a palavra de Deus e até mesmo aos que já adormeceram em Cristo. Passaram-se os séculos e milênios e não mudou a posição geográfica nem mesmo o nome da montanha descrita por Moisés, e não bastando isso, sempre tive em meu coração que Deus daria todas as formas e chances ao ser humano de crer em sua palavra. Mesmo que a salvação é pela fé, creio que a misericordia de Deus e sua vontade é que todos o conheçam, mesmo os que não alcancem o dom da fé e precisem provas materiais para crer, Deus também as tem.
Quero citar algo recente que comoveu o Brasil e todos acompanharam pela televisão, que foi o julgamento do casal Nardoni, acusados de matarem a menina Isabela. De um lado a promotoria que acusava a responsabilidade do casal no assassinato, de outro, a defesa que confiava em algo que dificultava o trabalho de qualquer jurista: a ausência de provas materiais contundentes que condenassem sem precisar apelar para o minucioso trabalho de peritos.
E nessa ausência de provas é que a defesa confiava, embora todos soubessem da impossibilidade de ter uma terceira pessoa envolvida naquela fatídica noite, o casal insistia em afirmar de ter essa terceira pessoa, ou seja, precisou uma equipe técnica altamente confiável e capacitada para encontrar as provas e assim os jurados nao cometerem uma injustiça em condenar dois inocentes, e também para que a própria condenação não fosse questionada com um pedido de anulação por não haverem provas contundentes como as que se acabaram apresentando.
Citei esse caso para te fazer pensar a respeito do dia do Juízo de Deus. Sim, me refiro ao Juízo Final. O dia em que eu, você e todos os seres viventes nos apresentarmos diante do grande juíz, o eterno e soberano criador. Eu não sei qual a idéia que você faz desse dia, nem de como será um Juizo divino, se existe ou não uma semelhança com um julgamento humano, então, eu falarei o que penso desse dia.
Imagine que Deus julgasse tudo e todos em silêncio, analisando cada caso ele daria a vida eterna ou mandaria para a condenação eterna, sem fazer nenhum comentário, ele decide por seus critérios divinos. Talvez ele assim pensasse: – Para que comentar com o homem? A mente humana não tem capacidade de entender meus pensamentos, sou Deus e por meus atributos soberanos e por meus critérios divinos eu dou a senteça, sendo assim o homem não precisa entender os meus critérios.
Na verdade, o julgamento de Deus é justo, e muito semelhante com o caso de um julgamento humano, Deus não será injusto em condenar nenhum inocente naquele dia.
Mas imagine você, que alguém já condenado resolvesse fazer uma defesa própria alegando os seguintes motivos:
- Deus, o Senhor não pode me condenar, e lhe mostrarei o porquê:
Eu nasci numa região remota da terra, numa cultura religiosa muito diferente do evangelho, e fui ensinado desde meus primeiros anos a crer na religião dos meus pais, que predominava no meu país e a pregação do teu evangelho era proibido e o problema maior é que o senhor deixou apenas a opção de ter fé para aceitar o evangelho de Jesus, e assim poder se salvar, mas eu fui impossibilitado pela cultura religiosa do meu país a ter fé em tua palavra, aprendi outras doutrinas, então entendo que sou vítima das circustâncias e por isso não devo ser condenado.
Olhando por essa ótica, devo dizer que o condenado teria feito uma excelente defesa própria, mas as coisas não são bem assim(…)
A verdade é que se a pessoa quiser crer em Jesus por um encontro íntimo com Ele, se salvará, ou se quiser crer em Jesus pelo reconhecimento de um milagre, também se salvará, se quiser crer em Jesus por ter visto um milagre na vida de outra pessoa, também tera essa opção, ou talvez, por uma busca solitária lendo a bíblia, ou ao aceitar um convite para ir a um culto, talvez por escutar uma canção, ou quem sabe uma pregação no rádio, ou quem sabe por uma frase escrita na tela de um cinema que Jesus salva, são tantas as formas que Ele quer se mostrar ao homem e promover um encontro, Deus tem as mais variadas formas para que isso venha acontecer, Ele é o maior interessado por esse acontecimento.
Mas, e no caso de um cético, um homem racional, frio, calculista, que precisa ver para crer, alguém que necessite uma prova material, algo que não dependa da fé, mas que precise algo material para levar o seu raciocínio a dizer que Deus está vivo, que sua palavra é verdadeira, que a bíblia é real, existe algo para esse ser humano? Ou ele já está condenado por sua altivez em não crer no evangelho e dessa forma desprezando Jesus? O que acontecerá a esse individuo?
Pois bem, aqui quero te lembrar da dádiva preciosa de Deus chamada de graça! Creio sinceramente que Deus preparou esse momento perto da volta de Jesus, para essa geração que se julga tão cheia de si e intelectualizada para revelar a Arca feita por Noé há mais de 4 mil anos, quer prova material? Aqui está ela, ou seja, é a graça em sua poderosa forma de alcance ao pecador, é a multiforma da graça tentando resgatar vidas em todos os aspectos e condições que o homem possa se encontrar, é o Espirito Santo de Deus mostrando que a sua palavra é verdadeira, que as verdades da bíblia são irrefutáveis, e que precisamos desesperadamente nos humilharmos aos pés de Jesus, porque sua vinda está mais próxima do que imaginamos,
Aceite a salvação de Jesus pela graça maravilhosa de sua palavra, independente de provas materiais, mas se se isso for importante pra você, emocione-se ao ver uma velha embracação chamada Arca de Noé, que há mais de 4 mil anos repousa nas montanhas geladas do Ararat, e aceite Jesus, entregue seus caminhos ao senhor, e seja feliz!!!
por Eliseu Soares articulista do Gospel Prime
Conforme noticiado segunda-feira dia 26 pelo portal Gospel Prime um grupo de investigadores disse ter encontrado a possível localização da famosa Arca que Noé construiu por ordem de Deus para salvar sua família do Dilúvio sobre a terra.
Na verdade a equipe que é formada por seis arqueólogos de Hong Kong e outros nove da Turquia que contaram com o apoio do Governo turco, faz parte do Noah’s Ark Ministries International um ministério como se autodenomina, que visa encontrar a famosa Arca de Noé,  a descoberta havia sido feita no mês de Outubro de 2009, porem só agora no Domingo dia 25 foi levado a público.
O local de escavações foi o Monte Ararat que é a mais alta montanha da moderna Turquia. Tem a forma de um cone vulcânico coberto de neves eternas localizado no extremo nordeste da Turquia, a 16 km a oeste do Irã e a 32 km ao sul da Armênia.
Segundo os resultados de análises realizadas sobre um pedaço de madeira com 38 milímetros achado durante escavações no Ararat, chegou-se a conclusão que a madeira teria cerca de 4800 anos.
Vídeos da suposta Arca de Noé filmado pelo Noah’s Ark Ministries International;
É certeza para todos aqueles que seguem a Bíblia Sagrada que a Arca de Noé existiu e que o Todo Poderoso salvou Noé e sua familia da destruição do Dilúvio, resta a nós esperar para que se verifiquem todas as provas e amostras para que possamos acreditar firmemente no que as fotos e os vídeos nos mostram.
Nossas informações foram retiradas do ministério Arca de Noé, se o que acharam realmente for a Arca é mais uma prova para os Céticos que a Bíblia é verdadeira, se não for verdadeira as informações, nós Cristãos ainda continuaremos crendo na Palavra de Deus como fonte de Verdade, porque não dependemos de provas mais sim da nossa FÉ.
Fonte: Gospel Prime
Com informações do Noah’s Ark Ministries International
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

2 comentários:

  1. Bem, deixem-me liberar meu lado Indiana Jones...
    Está na cara que o mundo pré-diluviano era muito diferente do atual. Creio que até o Gondwana ou Pangéia se dividiu exatamente durante o dilúvio, pois a Bíblia diz que "se romperam todas as fontes do grande abismo" (Gênesis 7:11), o que indicaria, por exemplo, que o "grande abismo" seria a divisão entre a América do Sul e a África.
    E o clima antes do dilúvio? Também era bem diferente. Quando Noé, sua família e os animais saíram da arca, onde hoje é o extremo leste da Turquia (perto da fronteira com o Irã), eles presenciaram um mundo devastado. Logo, por nunca ter chovido na Terra antes e por causa da destruição da maior parte da vegetação existente antes da chuvarada, é bem provável que a Era Glacial tenha ocorrido logo depois e que ela se tenha terminado pouco antes da construção da Torre de Babel. O Monte Ararat de hoje continua coberto de neve, como se pode ver no Google Earth e nos vídeos mostrados logo acima.

    ResponderExcluir
  2. como diz WEneck Keller em seu livro: "E a bíblia tinha razão". Mas "deus não faz milagres para convencer o ateu: suas obras cotidianas bastam" [neimar de barros] fé é fé ...

    ResponderExcluir

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!