23 de fevereiro de 2011

Crentes folgados



        As igrejas no ocidente estão cheias de pessoas carregando uma Bíblia debaixo do braço, vestindo as melhores roupas e chegando aos templos evangélicos, para assistir aos cultos dominicais, bastante preocupadas com o que almoçarão depois e com os programas da TV que irão assistir, durante e após o almoço, ficando diante da “deusa familiar”, até a hora do culto vespertino, pois“ninguém é de ferro”!
        Estes crentes seriam classificados como “mornos” pelo Senhor; suas igrejas se assemelham à “igreja de Laodiceia” com pastores espiritualmente míopes, cujo objetivo maior é ver todos os bancos lotados, o gazofilácio repleto de cédulas e uma conta bancária de dar inveja a qualquer pessoa.
        Será que os pastores e membros dessas igrejas vão ser arrebatados? Provavelmente sim, pois o Senhor estava falando exatamente para gente desse tipo, na 1 Coríntios 15:51-55: “Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados; num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade. E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória. Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória?”
        Mas, na hora de enfrentar o “Tribunal de Cristo,”, haja fortes puxões de orelhas e caras envergonhadas, diante de uma multidão de santos redimidos(Senhor, tem misericórdia de mim!).
        Os crentes mornos são os que mais disputam cargos nas igrejas. Eles nunca leem o Livro de Atos, buscando o exemplo de como os cristãos primitivos se comportavam. Consideram-se mais ungidos pelo Espírito Santo do que os crentes que ficam assentados, lendo a Bíblia, enquanto aguardam o início do serviço religioso. Olham os irmãos com um ar de superioridade e não os cumprimentam, pois se sentem importantes demais para esse gesto de “humilhação”. Quando encontram os irmãos nas ruas da cidade, eles se desmancham em gentileza, como se a rua fosse um lugar ideal para se demonstrar amor, e a igreja, para demonstrar superioridade.
Outro detalhe é que eles nunca observam as heresias faladas no púlpito, pois, além de serem primários no conhecimento bíblico, estão de tal modo preocupados com os seus cargos que não pensam em coisa alguma, além destes. Cantam (e até dirigem) corinhos repletos de heresias e erros gramaticais, porque toda a igreja está cantando e eles nunca se detêm para analisar o conteúdo lírico desses cânticos, contanto que a música seja moderna e agradável.
        Muita gente boa vai ficar, depois do Arrebatamento. Quem vive dizendo que crê em Cristo e no Seu sacrifício vicário na cruz, mas só diz isso da boca para fora, enquanto não crê de todo o coração (conforme Romanos 10:9-10), vai ficar para enfrentar o Anticristo.  A maioria dos esquentadores de bancos vai enfrentar o fogo da ira divina, que vai ser derramada contra a igreja incrédula, que se dobra diante do “deus deste século”, esquecendo o único Deus verdadeiro.
        Quando assumiram a fé em Cristo, muitos desses crentes realmente começaram a amar ao Senhor. Mas, os cuidados do mundo os afastaram desse “primeiro amor” e se não se arrependerem amargamente do seu afastamento da presença de Deus, irão “comer o pão que o Anticristo vai amassar”, com as suas mãos tintas do sangue dos inocentes...
        Ter um cargo na igreja não significa estar realmente em comunhão com o Dono da igreja. O que nos coloca mais perto Dele é ler, meditar e obedecer a Sua Palavra, pois o Supremo Juiz vai usá-la contra nós, na hora do julgamento (João 12:48).
        Crente, preocupe-se mais com a leitura da Bíblia e muito menos  com o seu status dentro da organização eclesiástica. Escute o que o Senhor Jesus vai dizer a um crente folgado, como você: “Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres” (Apocalipse 2:5). Observe que as obras aqui mencionadas são aquelas do tipo citado por Cristo em João 17:4;6-a, ou seja: “Eu glorifiquei-te na terra, tendo consumado a obra que me deste a fazer... Manifestei o teu nome aos homens que do mundo me deste”.

Mary Schultze, 23/02/2011 – www.maryschultze.com

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!