10 de dezembro de 2011

AINDA não faço o melhor pra Deus


Com todo respeito que tenho ao ministério Filhos do Homem, eu não gosto de todas suas canções. Uma das que eu realmente não gosto é a famosa "Faço o Melhor". Em diversas igrejas essa música era tocada à exaustão. Na minha igreja mesmo era uma mania incrível. Tinhamos até coreografia (que mais parecia a coreografia daquela música "Ragatanga" do grupo Rouge - se você não lembra desse, de que planeta vc veio? xD). E era cantar, dançar, pular, aplaudir e até gritar ao Senhor pra sempre e faça o melhor pra Deus. E ficava nisso. Ainda tinha aquela outra parte que era meio funkeada, o "Dance para Sempre", onde dava pra captar algumas irmãzinhas dançando com muito mais que uma coreografia simples as vezes...

Mas o fato óbvio que eu quero abordar nesse post é a mentira terrível que muitas vezes é proclamada nessa música "faço o melhor, faço o melhor, faço o melhor pra Deus". Se fazer "o melhor" pra Deus se limitar a pular, dançar, rodopiar e até marchar e quem sabe aí voar na igreja, então o melhor pra Deus é tão simples que eu tou até achando que é mentira. Só pode ser. E é.

Em Isaías 29:13 O Senhor diz: “Esse povo se aproxima de mim com a boca e me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. A adoração que me prestam é feita só de regras ensinadas por homens". E é muito do que vemos hoje em dia. Em vão cantamos essas coisas, já que honrar a Deus e fazer o melhor pra ele é muito mais que ficar dançando e cantando numa igreja ou num show gospel. Outra passagem útil para demonstrar isso é Amós 5: 21-23 "Eu odeio e desprezo as suas festas religiosas; não suporto as suas assembléias solenes. Mesmo que vocês me tragam holocaustos e ofertas de cereal, isso não me agradará. Mesmo que tragam as melhores ofertas de comunhão, não darei a menor atenção a isso. Afastem de mim o som das suas canções e a música de suas liras." Deus fala isso do povo de Israel que estava vivendo impiamente, fazendo "o que dava na telha" o tempo todo, mas quando chegava nas festas, como a Páscoa ou a Festa de Tabernáculos por exemplo todos ficavam pianinhos, dançando, cantando e "glorificando" a Deus. Deus não aceita esse tipo de "melhor". Como fala logo adiante no versículo 24 "Em vez disso, corra a retidão como um rio, a justiça como um ribeiro perene".

Nós ainda não fazemos o melhor pra Deus. Nem de longe. Precisamos aprender o que é ser um verdadeiro cristão MESMO, segundo aquilo tudo que Nosso Senhor ensinou, senão Ele apenas fará o que fez aos fariseus e saduceus ao repetir as palavras de Isaías em Marcos 7:6-7/Mateus 15:7-9.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. Concordo, ainda não fazemos o melhor para Deus. Sabemos que a perfeição aqui neste mundo nunca alcançaremos, mas temos que ter sempre a perfeição de Cristo em mente. Nos fortalecermos para guerra árdua que está por vir.

    ResponderExcluir

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!