29 de dezembro de 2011

CONSELHOS A UM FUTURO PASTOR


Paulo, apóstolo, escrevendo a Timóteo obre os que aspiravam ao ministério, afirmou que estes candidatos aspiravam excelente obra (1 Tm 3:1). Ele segue sua narrativa colocando os primeiros critérios para a escolha de novos presbíteros, os pastores da igreja primitiva. Lamentavelmente, se analisarmos a vida de muitos “pastores” dos nossos dias, veríamos que eles não passariam nestes critérios básicos.

Eu não sou pastor; apenas sirvo em uma pequena igreja, no ministério de louvor e ensino da Palavra ao lado de meu pastor. Mas gostaria de dar alguns conselhos a todos aqueles que desejam entrar no Ministério Pastoral. Estes conselhos também servem para aqueles que já têm seus ministérios... Nunca é tarde para ver onde se caiu e retornar ao caminho...

1. Não ceda ao ecumenismo, PRINCIPALMENTE ao ecumenismo interno, que ocorre dentro das igrejas ditas "evangélicas" e entre elas, em nome de uma unidade que não se reflete na unidade doutrinária e nem no respeito à Palavra de Deus. Quando um pregador estiver ensinando algo que não se enquadra no genuíno Evangelho de Cristo, caia fora, não se associe com o erro (1 Co 5:9-13);

2. Jamais "incremente" seu ministério a ponto de precisar de dinheiro, dinheiro e mais dinheiro para sustentar a máquina criada. Isto é uma porta mais que escancarada para a prostituição.

3. Não se preocupe com uma mensagem politicamente correta. Isto é coisa dos dias de hoje; Jesus nunca se utilizou deste subterfúgio mauricinho. Pregue a palavra, doa a quem doer. Fale do inferno, do pecado, pregue contra a prostituição, a desonestidade, o adultério, a homossexualidade... Você será odiado por muitos, mas amado pelo Senhor da seara.

4. Viva dentro de um padrão financeiro confortável, mas nunca ostentativo e perdulário. Cuidado! Quando a comunidade que pastoreias anda a pé, você não deve andar de jatinho ou de carrão importado! Contente-se com o básico, com o sustento, e nunca com a riqueza e a ostentação. O obreiro é digno de seu salário, mas a ostentação e o luxo desnecessário não vem de Deus.

5. Siga SOMENTE as Sagradas Escrituras, principalmente as da Nova Aliança (NT). Não introduza o judaísmo no meio da tua igreja, e nem tente recosturar o veu do templo, rasgado na morte de Cristo.

6. Jamais caia nas tentações do poder. Você é um servo, que serve como pastor em algum local. Não deixe os "fumos do poder" subirem à sua cabeça. Não se faça bispo, apóstolo, patriarca nem semideus. Contente-se na posição de servo.

7. Cuidado com o que divulga em sua igreja. Isto inclui pregações, estudos, louvores... Que estes sejam centrados em Deus e na Sua Palavra, e jamais no homem, seus anseios de riqueza, vitória e vingança contra os inimigos.

8. Respeite os dízimos e as ofertas! Elas são de Deus e da obra, e não suas! Não invente novas formas de ofertas, que na verdade são formas de extorquir as ovelhas. Quando precisar de ofertas especiais, faça-as com muito critério, nos padrões de Ex 36:2-7, ou seja, imponha limites para o valor a ser arrecadado. Estas ofertas deverão ser voluntárias e dentro dos padrões e posses das ovelhas.

9. Preocupe-se com a teologia. Se esta palavra te soa mal, deixa eu usar um sinônimo: preocupe-se com a DOUTRINA, mais precisamente a doutrina dos apóstolos ― não os modernos,mas os originais! Estude! Leia! Aprenda! Eu sei que hoje em dia não é preciso curso teológico para ser pastor, basta saber dar um nó de gravata (que saudades do meu tempo, que para se tornar pastor tinha que ter o curso de Bacharel em Teologia, apresentar tese ou monografia, submeter-se a uma banca examinadora de pastores...), mas você não deve aceitar tais facilidades. Se desde o tempo de Paulo já havia dificuldades para se entrar no ministério, não facilite as coisas para você mesmo ou para quem quer que seja!

10. Cuidado com "presentes", principalmente vindos de fora e os de valor elevado! Quando alguém vier te ofertar um carro, saiba que isto terá (ou já teve!) um custo para o Ministério! Procure reverter estes presentes para a Igreja e para a Obra, e não para seu próprio uso!

Faça assim, e Deus estará sempre do teu lado!

Zilton
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. Brigadão pela força, Wagner! Este texto estará sempre em reforma, em breve acrescentarei novos "conselhos"... Nos dias de hoje, são precisos muuuuiiiiitos, para que evitemos que a nova geração, já corrompida pelas velhas raposas do poder, desfigurem ainda mais a tão sofrida igreja do Senhor.

    ResponderExcluir

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!