23 de dezembro de 2011

Festival Promessas: um raio-x da igreja brasileira


Esta semana publiquei aqui no APENAS o post Festival Promessas e a guerra de opiniões. Embora eu tenha deixado muito clara a função do post, que não era dar minha posição sobre o que penso do evento, mas fazer uma análise de como o show musical da Globo provocou uma guerra feia de opiniões entre os evangélicos, fiquei chocado com as reações daqueles que se chamam cristãos. Aliás, bastante chocado. De certo modo, podemos ter  por meio dessas reações um raio-x de como andam corações e mentes dos que se dizem salvos por Jesus. O espetáculo global causou uma verdadeira divisão entre os que o apoiavam ou não. E muitos que não entenderam o texto e pensaram que ele era um ataque ao Festival reagiram com um mundanismo inacreditável. Até pelo titulo do post ficava claro sobre o que o mesmo tratava, pois não era "Festival Promessas é do demônio"  ou "Festival Promessas é uma bênção", mas Festival Promessas e a guerra de opiniões, o que evidencia de modo bastante direto o epicentro de suas reflexões.

Pouco juízo de valor faz o texto sobre o evento. Mas deixei claro e não fujo: pelas razões já explicadas sou contra. Mas, no todo, minha opinião sobre o mesmo não é o foco, trata-se de uma mera análise dessa polarização entre os favoraveis e os desfavoráveis. Em sua esmagadora e plena maioria, os comentários feitos aqui foram de apoio ao meu texto, o que mostra que há muitos cristãos que, como eu, estão cansados das veborragias gospel. Por outro lado há outros cristãos que, comprovando de forma prática e inequívoca a tese apresentada no post,  lançaram ataques verbais e, o que mais me impressionou: muitas ofensas não foram contra as ideias apresentadas: foram ataques pessoais contra mim! Muitas vezes com argumentos tão torpes que mal dá para acreditar que vieram de gente que se diz crente.  Andar a segunda milha, amar o próximo, fruto do Espírito em certos casos soam como ficções distantes de certos irmãos e fica parecendo que viver a fé é só assistir a shows gospel. Fiquei impressionado e deprimido por ver a quantas anda a cabeça e o comportamento de uma boa parcela dos evangélicos.

Alguns ataques foram tão pesados que não tive coragem de publicar.  Parecia linguagem de prostíbulo. Mandaram-me para lugares que nem o diabo frequenta. Outros discordaram com elegância e  usaram argumentos que, embora eu não concorde, foram expostos com  educação cristã. A esses, palmas – e seus comentários, mesmo discordantes do que penso, foram publicados sem nenhum problema. Sou a favor do diálogo e acredito que pela dialética de ideias podemos tornar a  igreja evangélica brasileira algo menos poluída do que ela está em nossos dias atuais.

Muitos leram o post mas não entenderam nada. Acharam que ele foi escrito para discordar do evento e não compreenderam que seu objetivo não era esse: era exatamente  falar sobre a divisão e a agressividade de parte do povo de Deus – e, ao reagir de forma tão ofensiva, sem que se dessem conta esses irmãos apenas comprovaram a tese que eu levantei no post usando o Festival como gancho: muitos evangélicos no Brasil são grosseiros, mal-educados, desbocados e, em nome de defender aquilo em que creem, lançam mão de ataques a conceitos, pessoas e mais o que estiver na frente.

Conclusão: o discernimento de boa parte dos evangélicos e sua capacidade de compreender mensagens está severamente avariada. Como consequência, choveu comentários citando por exemplo Fp 1.18 (ninguém leu a hermenêutica de Augustus Nicodemus no post Festival Promessas e a guerra de opiniões?), como uma bela justificativa para o Festival. E percebe-se claramente que muitos não leram o texto inteiro.

Outra constatação gravíssima que toda essa agressividade demonstra: grande parte de nosso povo está sendo pessimamente discipulado em suas igrejas e comunidades. Muitos não põem em prática amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, mansidão, domínio próprio. Não aplicam o que Tiago fala sobre o uso da língua. Tratam irmãos em Cristo com uma fúria tão ofensiva que chegam a ser clones da forma de falar de certos telepastores que têm programas sábado de manhã. Em certos momentos, ao ler comentários no post, me senti caído no chão com cristãos me chutando por todos os lados, tamanha a fúria e o ódio destilados. E eu só lembrava do versículo "Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros" (Jo 13:35) e dizia a Jesus: "Senhor, onde está esse amor?". Sobram opinadores às pencas. Faltam discípulos de Cristo.

Eu poderia ficar falando muito mais, mas prefiro demonstrar na prática. Lendo o que foi escrito por esses irmãos nos comentários do post você vai entender exatamente o que estou falando. Selecionei alguns pequenos trechos de tudo o que foi dito para que você veja na prática a que estou me referindo (para ler o contexto geral, você pode ir aos comentários e lê-los na íntegra). E aí você leia, analise e veja se a igreja evangélica brasileira não necessita urgentemente se reavaliar e começar a pôr em prática não essa incompreensível defesa de celebridades gospel, mas o fruto do Espírito, as bem-aventuranças e o caráter do Cordeiro de Deus, que é manso e humilde de coração.

E preste bem atenção: tudo o que você lerá abaixo foi escrito por gente que se diz cristã (o que pressupõe no mínimo gentileza e amor na hora de falar). Mas prepare-se para ler um festival de agressões da parte daqueles que se chamam pelo nome do Senhor. Me chamou especial atenção como os comentaristas usam de uma agressividade espartana mas, muitos, no final, usam jargões como "paz" e me chamaram de "querido" e "amado". O que isso significa: estão acostumados aos estereótipos gospel, à estética gospel e ao linguajar gospel, mas estão completamente distanciados da realidade da Bíblia.

Parece forte afirmar isso? Então apenas recorde que o primeiro mandamento segundo Jesus de Nazaré inclui "amar o próximo como a si mesmo" e agora leia trechos do que foi escrito. Separei os comentários em três categorias: os gratuitamente agressivos; os que, na falta de argumentação sólida, partem para a agressão a pessoas; e os que dizem que partem em defesa de suas ideias dizendo que criticar aquilo em que elas acreditam é ir contra a obra de Deus. E vou repetir mais uma vez para deixar muito claro: esses comentários foram feitos a respeito de um post que tratava não da validade ou não de um show, mas da divisão e da agressividade do povo de Deus.

Como bem definiu em um dos comentários o mano Diogo Cardoso, "No texto, você deixa bem claro a agressividade das opiniões e comentários, e as pessoas, mesmo depois de ler isso, continuam agressivas aqui!!" Vá em frente, leia as frases abaixo dos nossos irmãos e tire suas próprias conclusões:

AGRESSIVIDADE:

"Suas palavras demonstram uma pessoa arrogante, presunçosa e acima de tudo preconceituosa…Esse é o evengelho q vc aprendeu?? Por isso a biblia diz: "Muitos sao chamados, mais poucos sao escolhidos". (Mat. 22:14). Sinceramente perdí meu tempo lendo tanta besteira escrita por vc…em vez de reclamar ore. P.S.: Sei q nao vai publicar meu comentario… Graça e paz querido!!!"

"Irmão Mauricio, vá se converter. PAZ!"

"Fico realmente estupefato com a sua manifestação. Bem melhor seria se você tivesse sido fiel à sua promessa de ficar caladinho, assim evitaria de falar bobagem"

"Vcs, como cristãos, que pelo que me parece receberam "a verdadeira revelação de Deus" (os outros não), falaram tanto de separação, embate, briga que este festival trouxe entre a igreja, e no entanto, estão reproduzindo o que "supostamente" condenam!"

"Todo trabalhador nesse mundo visa o LUCRO, ou vai me dizer que vc não usa dinheiro para nada? CRITICAR ISSU É REDUNDANTE E HIPÓCRITA."

"O Zágari quer de todo jeito empurrar de "goela abaixo" suas ideias."

"A análise feita pelo senhor; me mostra uma análise totalmente carnal e capitalista…mesmo que, crítica…Sendo que a bíblia diz, que "onde dois ou três, estiverem reunidos"…aleluias!!"

"O post acabou ficando tão chato quanto o evento"

DESMERECIMENTO DE PESSOAS E NÃO DE ARGUMENTOS:

"MAÚRICIO ZÁGARI ASSIM COMO OS ARTISTAS GOSPEL VOCÊ TAMBÉM VISA PRESTIGIOS"

"CUIDADO com esse Maurício Zagári. Ele é um tremendo INTOLERANTE e quer dividir o povo de DEUS. Ta fazendo o papel do diabo, servindo a este"

"Um texto que menciona Augustus Nicodemus como grande exegeta não merece respeito. Nicodemus é refém de sua própria interpretação, tradicionalista, pudica e intitucionalizada"

"Mencionar sanchelers e seja la quem quer que seja com esses titulos RIDICULOS ( pois os mais sabios que existem hoje preferem ficar no anonimato, sem titulo algum ) de nada convence" (sic)

"Por fim, gostaria que conhecessem melhor o autor dessas palavras, Reverendo Augustus Nicodemus Lopes. Segundo esse artigo na Wikipedia, ele é calvinista, cessacionista, não crê no falar em linguas. Então, não é obrigado concordarmos com ele em tudo" – detalhe: o seríssimo e respeitado Rev. Augustus não é o autor do post. Eu sim.

"Se gira grana é porque há Muitos Evangelicos e Simpatizantes, o nosso amigo que escreveu esse blog também paga pela Internet ou Rede que usa esse é o sistema não sejamos hipócritas…."

"Eu encerro a minha participação neste site meu irmão pois que, como você também observou, parece que os únicos argumentos "válidos" aqui são os de concordância com o irmão Maurício."

"Pouco me importa se esse programa teve ou não resultados, odeio a globo, mas tbm me inoja ver com que tamanha bossalidade e superioriedade vc fala nesse blog caro Mauricio Zagari. Mencionar sanchelers e seja la quem quer que seja com esses titulos RIDICULOS (pois os mais sabios que existem hoje preferem ficar no anonimato, sem titulo algum ) de nada convence. Hoje até DOUTOR EM DIVINDADE nós temos !!! Só quero dizer que dentre varios motivos que eu tenho para não dar a minima atenção para toda essa baboseira que vc falou, o mais basico de todos é o fato de que quem postou tudo isso, é um cara que diz que havia feito uma promessa a si mesmo que não falaria sobre o assunto, e quebra essa promessa !!!!!!!! Se vc meu amigo não consegue cumprir com a sua palavra com voce mesmo, quanto mais com quaiquer outra ocasião, pessoa, ou seja la o que for. Acaso eu daria ouvidos a um sujeito sem palavra consigo mesmo. Postando isso aqui vc simplismente se igualou aos outros Perdeu uma oportunidade de ficar quieto. Esse jeito "CRENTES" de falar me irrita, e o que eu acho mesmo é que esse povo todo que se incomoda com essas coisas tem é que SE LASCAR !!!!!!! que droga !!!!!!!!!!!!!"

"Eu acho que ninguém tem que provar nada pra vc Maurício, quem é vc? o auditor do Céu???"

"Não vou deixar aqui versículos bíblicos, pois vejo que são formados em teologia, "doutores da lei", fariseus."

"Respeito a opinião do colega, mas fica bem claro no texto seu posicionamento, sua abordagem tendenciosa. Bom também seria respeitar as opiniões de quem defende o evento. Seria o irmão dono da verdade?"

"Entao o teu post que tenho certeza que nao ganhou 1 alma pra Jesus foi útil e o festival que concerteza deu frutos foi inutil? E outra coisa, vc é um desses fermentadores da discordia, ficar publicando essas coisas sem nocao"

"Voce está indo com a grande massa que nao gosta de ouvi-los e fica de fora alfinetando"

CRENÇA DE QUE CRITICAR O ESPETÁCULO SEJA PREJUDICAR A OBRA DE DEUS:

"A tua posição nada mais é do que uma manifestação contrária ao crescimento da obra de DEUS e da evangelização em nosso país e é um atentado contra a união do povo de DEUS!"

"Tenha dó né… com certeza esse evento não difere em nda do culto dentro das igrejas"

"Temos que parar de ficar estudando e torcendo o nariz pra aqueles que realmente estão fazendo. O tempo que você perde criticando, é o mesmo que poderia estar edificando"

"meu amigo, voce fala tanto que o festival promoveu discordia entre os cristao e por isso foi inutil, e seu post, promoveu oque? amor e uniao"

"Será que vocês não percebem que o fato da Globo não se envolver espiritualmente com a causa não quer dizer nada e que o que importa é o canal"

* * *

Esses foram apenas poucos trechos de algumas posições negativas (e publicáveis) postadas na área de comentários do post. Mas, para concluir de forma positiva, depois de tantas ofensas, agressões e baixarias, gostaria de reproduzir um comentário do irmão Inaldo Brito, que, em minha opinião, sintetiza brilhantemente o problema:

"Bela postagem Maurício, até então ainda não tinha visto seu blog. Tem um vídeo de Paul Washer, em que ele fala justamente sobre essa questão do pragmatismo, e tem uma frase dele que resume tudo isso: "Métodos carnais atraem pessoas carnais". Infelizmente é isso que tem acontecido no meio evangélico. Defendemos com tanto vigor os $hows, os ajuntamentos, achando que com isso as pessoas estão sendo atraídas a Cristo.Mas temos que ter em mente, que se pessoas são atraídas a Cristo, não é por causa desse tipo de "é-vento", mas sim APESAR desse tipo de "é-vento".

Enfim, infelizmente o que nós vemos são vários "graus espirituais" de crentes. Os que ainda estão com os olhos cobertos com esse tipo de pensamento pragmático, que usam qualquer versículo bíblico sem contexto e mau-interpretado para justificarem seus divertimentos. E aqueles que Deus tem dado o discernimento bíblico através do Seu Santo Espírito para ajudar àqueles que ainda continuam com os olhos cerrados para o verdadeiro Evangelho puro e simples, bem como sua propagação correta. Que o Senhor da seara possa nos instruir a pregarmos Cristo, e Este crucificado, apenas isso e nada mais. Um abraço, Deus te abençoe meu irmão."

Paz a todos vocês que estão em Cristo.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!