29 de fevereiro de 2012

CANTORES QUE NÃO CABEM NO "BOLSO" DA MINHA IGREJA



Os quase (?) endeusados cantores de música gospel que alcançaram a “fama” de artistas nacionalmente conhecidos pouco destoam da forma como trabalham os cantores seculares. Os trâmites burocráticos para se contratar, por exemplo, a cantora Ivete Sangalo, a sumidade adorada por alguns brasileiros, são praticamente os mesmos encontrados nos contratos dos “ditos” cantores evangélicos. As similaridades entre os dois segmentos são grandes. Desde a cláusula que estipula o valor do cachê, da forma de pagamento, da multa por quebra de contrato e dos mimos que só estimulam as vaidades da vida. Sei que estou mexendo em casa de marimbondos, mas tocar nesse assunto faz-se necessário considerando que o nosso Jesus nos alertou dizendo que estamos neste mundo, mas não pertencemos a ele. Somos, ao contrário, o sal da terra e a luz deste mundo.

Nunca tive a audácia de pensar em gravar um CD. Não é a minha praia. Prefiro usar a minha voz como carta na manga em momentos não planejados. Porém, não tenho absolutamente nada contra os “levitas” que gravam suas canções e usam essa potente arma de reverberação para evangelizar e anunciar aos quatro cantos da terra que Jesus Cristo é o Senhor de suas humildes vidas.

Todavia, no mundo dos peregrinos ou itinerantes do meio evangélico - ou gospel - se vê de tudo. Desde oportunistas, mercenários, a homens e mulheres que levam a sério a vida cristã. Por isso, o meu artigo tem a finalidade de alertar os servos de Deus que se deslumbraram com a “fama” e o dinheiro fácil.

Admiro diversos pregadores itinerantes sérios e poderosamente ungidos por Deus. Admiro também os cantores evangélicos, que exercem o chamado que Deus lhes confiou com dignidade. Em casa, tenho alguns CD´s que alegram o meu coração.

O que me espanta é a profissionalização de alguns pregadores e cantores, que agem como se fossem instrumentos de um contrato, onde o contratante deve tratá-lo como estrela do mundo secular e pagar-lhe um cachê que causaria inveja até ao tio Patinhas.

O meu querido pai, pastor Geremias do Couto, é pastor e conferencista. Prega pelo Brasil e ao redor do mundo há muito tempo. Sou muito curioso e observador. Durante o tempo que eu e meu pai vivíamos na mesma casa jamais escutei a palavra “cachê”, quando ele recebia convite de alguma igreja, nem mesmo a estipulação do valor da oferta que receberia.

Acredito piamente que as igrejas, quando convidam um pregador, ou cantor, para participar de algum evento em suas respectivas igrejas devem abençoá-los com uma oferta (leia com muita atenção) que se encaixe honestamente com a sua receita.

Exemplo:

A igreja do pastor Joãozinho tem uma entrada mensal no valor de R$ 10.000,00. Joãozinho convida o famoso cantor José das Couves para cantar no Congresso de Jovens de sua igreja. Ao final do evento, Joãozinho lhe dá um envelope com R$ 100,00 de oferta. Em minha opinião, o valor não é justo, tendo em vista que a igreja tem bom poder aquisitivo e bala na agulha para oferecer uma oferta mais justa e bondosa ao cantor.

O exemplo acima tem-se tornado algo raro, porque alguns cantores e pregadores dos tempos modernos impõem cachês altíssimos que impossibilitam igrejas menores, como a minha, com poder aquisitivo de menor proporção, de convidá-los.

A minha igreja, no atual momento, não tem receita suficiente para convidar um pregador ou cantor que cobra “cachê” absurdamente elevado e abusivo. E sinceramente, se tivéssemos boa receita não teria coragem de tirar das ofertas e dos dízimos dos fiéis a quantia de R$ 3.000,00 para pagar seja lá quem fosse. É gasto desnecessário e de elevado custo!

O que você acha de um trabalhador que sua a camisa para ganhar um salário mínimo por mês, enquanto um itinerante gospel ganha cerca de R$ 2.000,00 por noite para pregar a palavra de Deus, ou para louvar o nome Senhor Jesus? Não é absurdo? Quem aceita o valor estipulado, e pode e quer pagar, Deus o ilumine!

Nos dias 29, 30 e 31 de outubro, a nossa igreja vai realizar um Congresso, cujo tema é: Vale a pena servir a Deus.  Convidamos bons pregadores e excelentes cantores. Eles não são muito conhecidos, não são famosos, e aceitaram receber uma oferta de bom grado de nossa amada e justa igreja. Mas antes de convidá-los para o Congresso, fiz uma via sacra, com boas intenções, na tentativa de trazer para o nosso evento um nome conhecido. Não custava nada tentar. Peguei o telefone e comecei a ligar. Porém, levei um choque de decepção ao ouvir os assessores da cada cantor me tratando como se eu fosse um comprador de mercadorias. A maioria dos cantores para quem eu tive o trabalho de ligar estipula o valor do cachê. Todos são elevados e não cabem no “bolso” da minha igreja.

Por questões éticas, não mencionarei os nomes contatados. Não quero constrangê-los e provocar o ódio alheio. Mas, como prevenido que sou, tenho tudo documentado e gravado, caso seja necessário provar o que estou escrevendo. Os cantores, representados pelos seus assessores, me pediram um “cachê” que passa dos R$ 2.000,00 por noite, além das passagens aéreas, hospedagem e alimentação. Para evitar problemas, substituí os nomes verdadeiros por nomes fictícios, mas os valores são reais, muito reai$$$.

Veja:
  
  1-   Joãozinho das Couves 

         Cachê de R$ 4.000,00. Mais sete passagens aéreas
     
 
       2-   Pé Grande

       Cachê de R$ 3.500,00. Uma passagem aérea

 3-   Florzinha de Jesus

Cachê de R$ 2.800,00. Mais duas passagens aéreas


   4-   Zé do Arame

 Cachê de R$ 2.300,00. Mais duas passagens aéreas



Após a via sacra e a decepção não contida, a minha admiração por esses cantores ficou arranhada. Quero ainda crer que houve algum erro nas informações a mim repassadas. Talvez os assessores se tenham confundido com as cifras e se enganaram quando me transmitiram o valor dos “cachês”. Há esperança no meu coração de que tudo isso não passou de um mal-entendido. 

Portanto, lanço hoje um desafio para os cantores e pregadores renomados das margens plácidas do nosso Brasil que virem a ler este texto.

Desafio:

Convido-lhes para vir à igreja que pastoreio. Se for cantor, venha cantar, se for pregador, venha pregar. De minha parte, garanto a passagem aérea para uma pessoa, hospedagem, alimentação e uma oferta generosa que de acordo com a realidade da nossa receita.

Em contrapartida, exijo que não me cobrem cachê, que não me façam exigências absurdas e muito menos que me peçam para fazer “mimos”.

Alguém topa o desafio? Aguardarei o seu retorno. Vamos juntos mudar essa história. Prove que você não é um artista gospel que só pensa em si próprio!

Sejam bem-vindos.

Deus lhes abençoe.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

8 comentários:

  1. Nossa, é um absurdo mesmo, como podem dizer que estão servindo a Deus. E infelizmente isto se dá não só com cantores evangélicos, mas os cursos bíblicos de preço altíssimos, tudo hoje é a base do dinheiro. Fico pensando onde entra "de graça recebi de graça dou".

    A obra de Deus não é para enriquecer a ninguém, mas sim para levar a Palavra de Deus, e trazer salvação na vida dos que não conhecem a Deus, é para ajudarmos uns aos outros em amor. Mas, infelizmente tem gente que ao invés de trabalhar, estão ganhando dinheiro em cima da obra de Deus. Mas Deus não se deixa escarnecer, e ai daquele que vive enganosamente, e que usa a obra de Deus para os seus próprios interesses.

    Danielle Sueli

    ResponderExcluir
  2. Jozimar - Florianópolis/SC

    É complicado. Esses casos deveriam reger-se pelo princípio do bom senso...

    ResponderExcluir
  3. VIROU COMÉRCIO. ME LEMBRO MUITO BEM DAS CARAVANAS DE JOSIAS MENEZES NOS ANOS 70, SAIAM COM VÁRIOS CANTORES E NO FINAL SEMPRE HAVIA ESPAÇO PARA A PREGAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS, INCLUSIVE COM CONVITE PARA O PECADOR, E ERA GRATUÍTO. HOJE, VIROU COMÉRCIO, QUANDO VC LIGA PARA ESTAS "ESTRELAS", TE ATENDEM COMO MERCADORES E NÃO TÊM NADA DE DEUS, NÃO TEM PALAVRA DE DEUS, NÃO TÊM UNÇÃO, SÃO VERDADEIROS MERCENÁRIOS.

    ResponderExcluir
  4. Amigo, imagino que você não conhece o que um cantor ou pregador que hoje tem um nome já passou ou passa para atingir um patamar confortável. Os cachês que você divugou estão dentro de padrão normal, talvez sua igreja que não tenha condições de pagar, por exemplo, na cidade que eu moro tem uma casa vendendo e o preço dela é 2 milhoes de reais, acredite, a casa não é cara. Sou assessor de uma cantora que ainda não tem o nome conhecido, sei muito bem de seus batalhas, sei que ela fechou o ano com o saldo de aproximadamente R$ 100.000,00( Cem mil reais). Isto fora que ela tem curso superior e não exerce sua profissão por esta dedicando inteiramente ao ministério, faz concervatório de musica a 2 anos e estudo canto com professor particular alem de teologia e muitas horas, eu disse muitas horas de oração e tempo com Deus. Agora me responda, quanto que ele deve cobrar para cantar em sua igreja???
    A só lembrando, os musicos da banda dela estuda musica e não tocam de graça. Recebe salários, férias, 13°, INSS e ...;
    A quando você ficar conhecendo o nome dela é porque ela pagou uma grana alta para produzir um clip e passar em um canal de televisão, para tocar as musicas de seu cd nas maiores rádios fm do Brasil, e-mail market e ...
    Quanto seria uma oferta justa?
    utima coisas, hoje para cada apresentação de 1 hora, existe a preparação de pelo menos 16 horas e mas o tempo de viagem. Então responda se você puder, qual o cachê justo?

    ResponderExcluir
  5. Todo trabalhador é digno de seu salario, mas vamos ser realistas com as coisas do reino, realmente as pessoas abusam...então quer dizer que o fato de eu estudar musica,ter usado meu tempo para aperfeiçoar o meu dom, não foi para adorar, para honrar aquilo que o Senhor me deu de graça, mas para ganhar mais com o reino!!! Por que então não pega esse diploma, esse tempo de estudo e vai ganhar dinheiro no mundo!!! Pra mim são pessoas que não vivem da fé, querem ficar ricas com as coisas de Deus. Pense comigo, não é errado receber por louvar, o erro esta no valor que se cobra... liguei para um levita hoje para vir ministrar em nossa igreja, ele cobrou 5.000,00(que nem cobra tanto assim!!! tem piores...) vamos supor que ele faça 3 eventos por semana(mas vi a agenda no site do irmão e ele canta todos os dias)= 15.000,00 isso no mês: 60.000,00. Pra quê isso, e o pior você liga passa a condição da igreja, enfim... eles falam que não podem mudar, não tem exceção!!!Gente... Jesus esta voltando e as pessoas não querem viver o melhor desta terra, elas querem ter tudo desta terra, e não estamos aqui pra isso! nós cristão não somos deste mundo... os valores estão invertidos. Mas o maior erro não esta em quem cobra, esta em quem chama estes "cantores", que não são levitas, para suas igrejas. Alguns sem vida no altar...estou inojada, revoltada... é horrivél este meio... Agora vou responder a pergunta do nosso irmão sobre qual é o cachê justo: se fazes para ter o galardão desta Terra o preço justo é o inferno!!!! Se fazes para honrar o nome do Senhor, para adorar aquele que vive, e porque sabes que não termina aqui... o preço justo por todo este tempo que não é perdido, mas é ganho: é o céu. Deve receber um valor sim, não baseado em tudo isso que nosso irmão acima escreveu, mas baseado na condição de cada lugar... e vai da boa fé de cada igreja e da fé de cada levita!Nunca vi um justo ser desamparado! Falo isto sendo levita, ja louvei em um grupo conhecidíssimo, e renunciei pra viver da fé, pois enquanto estava neste grupo, vivia da sangue das igrejas!!!Detalhe: Quando vou louvar, não olho para a condição da igreja, por que tem umas que tem condição sim de honrar o servo de Deus, e não o faz... mas olho para um povo sedento da palavra de Deus, que precisava simplesmente ouvir o que eu tinha pra dizer para dar um passo diferente em suas vidas, e se eu cobrasse um valor exorbitante, eu não estaria lá! Daí eu bloquearia o ide e pregai o evangelho á TODA criatura, pois cobrando cache eu fico restrito á locais que podem pagar... quero estar onde ninguém quer estar, pois tenho certeza que seria ali que Jesus estaria!!! Vamos fazer a diferença!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei desse comentário acima. vou gravar um cd para honra e gloria do meu Deus. e não vai existir esse negocio de celebridade gospel, tal valor misericórdia.. não cobrarei nada. só o justo passagem, hospedagem, e o q Deus tocar no coração...nada de ficar esplorando ninguém acho isso um absurdo irmão... Cantora ANA PAULA OLIVEIRA.. CONTATOS (61)98259899 vivo 93913922 claro

      Excluir
    2. Gostei desse comentário acima. vou gravar um cd para honra e gloria do meu Deus. e não vai existir esse negocio de celebridade gospel, tal valor misericórdia.. não cobrarei nada. só o justo passagem, hospedagem, e o q Deus tocar no coração...nada de ficar esplorando ninguém acho isso um absurdo irmão... Cantora ANA PAULA OLIVEIRA.. CONTATOS (61)98259899 vivo 93913922 claro

      Excluir
  6. José da Silva - Maceió AL16 de março de 2013 10:30

    Boa matéria, parabéns pela iniciativa, pois a igreja está sendo explorada pelo estrelismo gospel.

    ResponderExcluir

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!