14 de fevereiro de 2012

O valor do outro.



 
O sistema desse mundo consome tudo o que temos se deixarmos, é claro. Valores, prioridades, pessoas. Os propósitos eternos não têm mais tanta importância, homens e mulheres vivem uma rotina angustiante e mentirosa do ter para ser. Compram para preencher o vazio de suas almas e colocam máscaras para manter uma aparência feliz. Ninguém quer admitir suas fraquezas, poucos se importam realmente com o próximo. O pensamento individualista predomina e os relacionamentos descem pelo ralo.

Essa semana um parente meu chegou em minha casa falando e me mostrando suas conquistas: Ganhou um computador e um celular top de linha do seu pai, vai trabalhar em uma empresa e o melhor, ganhou uma garrafa de uísque de um amigo como presente de aniversário. Naquele momento aquilo estava encobrindo suas carências. Sinceramente, eu até tentei, mas em momento algum eu consegui ver alegria verdadeira em seu olhar, é como se visse um grande abismo que só o amor de Deus pode ocupar.

Tantas vezes nossas vidas estão tão confortáveis que nos esquecemos dos que estão ao nosso redor. Nada comprado numa loja pode servir de remédio para feridas feitas por atitudes sem amor.

Durante os vinte anos que Jacó trabalhou para Labão, adquiriu muitas riquezas, porém, enquanto voltava para sua terra, seu desejo foi de reconciliar-se com seu irmão Esaú. No capítulo 33 do livro de Gênesis, Jacó encontra seu irmão no caminho e eles se abraçam, choram e Esaú o perdoa. Jacó se prostrou diante do seu irmão, pois sabia que o mais importante era sua aliança com ele.

Não importa qual seja a situação, preserve os relacionamentos, pois as pessoas são o mais importante, coloque-as á frente da sua agenda pessoal. Nada de material que você der pode se comparar ao tempo e amor que você pode oferecer. Nossos amigos, familiares e cônjuges não são robôs, que podem ser desligados na hora que queremos, todos têm sentimentos e precisam de você. A Igreja de Cristo precisa amar mais, ouvir mais, se doar mais, negar-se mais, encorajar mais, abrir mão; criticar menos, julgar menos, dar a razão ao outro. Esquecendo da palavra menos importante: eu. E lembrando sempre da mais importante: nós!

Não deixe q o mundo lhe ensine como amar, pois só Deus é amor.
Andressa Medeiros

Fonte: http://salpb.blogspot.com/2012/02/o-valor-do-outro.html
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!