16 de fevereiro de 2012

O padre, os otários e a idolatria!


Rentemente um padre católico-romano chamou os protestantes de "otários" por afirmarem que podem achegar-se a Deus sem Maria. Como diz o velho ditado: "Roma, sempre a mesma!". Sempre a mesma imundície. Otários são os pobres coitados que deixam-se arrebatar pela grosseira idolatria romanista. Otários são os infelizes que depositam sua confiança e seu destino eterno em ídolos e imagens que "têm boca, mas não podem falar, olhos, mas não podem ver; têm ouvidos, mas não podem ouvir, nariz, mas não podem sentir cheiro; têm mãos, mas nada podem apalpar; pés, mas não podem andar; e não emitem som algum com a garganta. Tornem-se como eles aqueles que os fazem e todos os que neles confiam" (Sl 115.5-8). Sim, os idólatras acabam ficando iguais a seus ídolos, tão inúteis quanto as imagens que tanto veneram. Otários são aqueles miseráveis que se encurvam diante de imagens de madeira; que se prostram diante de imagens de gesso; que acendem velas para estatuetas de barro. Otários são os reféns de uma falsa igreja, prisioneiros de um falso cristianismo, que na verdade não passa do antigo paganismo romano com um verniz pseudocristão. Roma, sempre a mesma imundície!


A estupidez é a característica marcante da idolatria. As Escrituras deixam bem claro que idolatria é coisa de tolos, ou, nas palavras do padre, de "otários". O profeta Isaías deixa isso bem claro: "Todos os que fazem imagens nada são, e as coisas que estimam são sem valor. As suas testemunhas nada veem e nada sabem, para que sejam envergonhados. Quem é que modela um deus e funde uma imagem, que de nada lhe serve? Todos os seus companheiros serão envergonhados; pois os artesãos não passam de homens. Que todos eles se ajuntem e declarem sua posição; eles serão lançados ao pavor e à vergonha. O ferreiro apanha uma ferramenta e trabalha com ela nas brasas; modela um ídolo com martelos, forja-o com a força do braço. Ele sente fome e perde a força; passa sede e desfalece. O carpinteiro mede a madeira com uma linha e faz um esboço com um traçador; ele o modela toscamente com formões e o marca com compassos. Ele o faz na forma de um homem, de um homem em toda a sua beleza, para que habite num santuário. Ele derruba cedros, talvez apanhe um cipreste, ou ainda um carvalho. Ele o deixou crescer entre as árvores da floresta, ou plantou um pinheiro, e a chuva o fez crescer. É combustível usado para queimar; um pouco disso ele apanha e se aquece, acende um fogo e assa um pão. Mas também modela um deus e o adora; faz uma imagem e se encurva diante dela. Metade da madeira ele queima no fogo; sobre ela ele prepara sua refeição, assa a carne e come a sua porção. Ele também se aquece e diz: 'Ah! Estou aquecido; estou vendo o fogo'. Do restante faz um deus, seu ídolo; inclina-se diante dele e o adora. Ora a ele e diz: 'Salva-me; tu és o meu deus'. Eles nada sabem, nada entendem; seus olhos estão tapados, não conseguem ver, e suas mentes estão fechadas, não conseguem entender. Ninguém pára para pensar, ninguém tem o entendimento para dizer: 'Metade dela usei como combustível; até mesmo assei pão sobre suas brasas, assei carne e comi. Faria eu algo repugnante com o que sobrou? Iria eu ajoelhar-me diante de um pedaço de madeira?'. Ele se alimenta de cinzas, um coração iludido o desvia; ele é incapaz de salvar a si mesmo ou de dizer: 'Esta coisa na minha mão direita não é uma mentira?'" (Is 44.9-20). Como é estúpida a idolatria! Como são tolos os idólatras! Como são sem entendimento todos aqueles que se prostram diante de imagens, que adoram - "veneram", segundo os padres - seres criados em vez do único Criador! Sim, a idolatria é coisa de otários.


Além de crassa estupidez, idolatria é pecado. Louvar, cultuar, adorar ou mesmo "venerar" qualquer ser que não seja o Criador, é abominável para Deus. E o Senhor deixa isso bem claro, inúmeras vezes, nas páginas da Bíblia. Eis somente algumas poucas passagens que os otários, digo, os romanistas, insistem em ignorar:


"Não farás para ti nenhum ídolo, nenhuma imagem de qualquer coisa no céu, na terra, ou nas águas debaixo da terra. Não te prostrarás diante deles nem lhes prestarás culto, porque eu, o SENHOR, o teu Deus, sou Deus zeloso, que castigo os filhos pelos pecados de seus pais até a terceira e quarta geração daqueles que me desprezam, mas trato com bondade até mil gerações aos que me amam e obedecem aos meus mandamentos" (Ex 20.4-6).


"Eu sou o SENHOR; este é o meu nome! Não darei a outro a minha glória nem a imagens o meu louvor" (Is 42.8).


"Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos e trocaram a glória do Deus imortal por imagens feitas segundo a semelhança do homem mortal, bem como de pássaros, quadrúpedes e répteis. Por isso Deus os entregou à impureza sexual, segundo os desejos pecaminosos do seu coração, para a degradação do seu corpo entre si. Trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram a coisas e seres criados, em lugar do Criador, que é bendito para sempre. Amém" (Rm 1.22-25).


Sim, trocaram a glória de Deus pelas imagens. Trocaram a verdade de Deus pela mentira. O louvor, a adoração e as ações de graças que somente devem ser prestados ao Deus vivo, os idólatras os entregam a seus ídolos de madeira, gesso e barro, seus "santos" e "santas", homens e mulheres mortos há muito tempo e que não podem ajudar ninguém. Somente o Senhor é o "Deus imortal" (Rm 1.23). Quão tola é a idolatria! Quem são os "otários" agora?


Certa vez, o povo da cidade de Listra tentou adorar a Paulo e Barnabé, pois os haviam confundido com os deuses Hermes e Zeus, respectivamente. Qual a resposta dos apóstolos de Cristo? "Homens, por que vocês estão fazendo isso? Nós também somos humanos como vocês. Estamos trazendo boas novas para vocês, dizendo-lhes que se afastem dessas coisas vãs e se voltem para o Deus vivo, que fez o céu, a terra, o mar e tudo o que neles há" (At 14.15). A muito custo conseguiram impedir a multidão de adorá-los. De acordo com a mentalidade romanista, eles poderiam muito bem ter dito: "Homens, não nos adorem como deuses, mas podem venerar-nos como santos, acendendo velas e fazendo orações para nós, honrando-nos como homens de Deus". Ora, Paulo e Barnabé não fizeram nada disso. Ao contrário, chamaram a atenção da multidão para "o Deus vivo, que fez o céu, a terra, o mar e tudo o que neles há". Somente esse Deus é digno de receber adoração! Idolatria é loucura!


Quando João tem a "brilhante ideia" de prostrar-se diante de um anjo para adorá-lo, o anjo o repreendeu, dizendo: "Não faça isso! Sou servo como você e como os seus irmãos que se mantêm fiéis ao testemunho de Jesus. Adore a Deus!" (Ap 19.10). Os romanistas prostram-se até mesmo diante de imagens de anjos, acendem velas para eles também. Adorem a Deus, queridos! Quão insensata é a idolatria! Diante da atitude de Paulo, Barnabé e do anjo que repreendeu a João, que são os "otários" agora???


Os católico-romanos insistem em afirmar que não "adoram", apenas "veneram" os santos. Pergunto: qual a diferença? Na prática, qual a diferença? Quando um devoto acende sua vela,  se ajoelha diante de uma imagem, e "reza" para aquela entidade, agradecendo, pedindo, suplicando, louvando e elogiando, por acaso - pergunto - isso não é o mesmo que adorar? Quando um católico-romano diz que confia em Jesus e em Maria para a sua salvação, não está trocando a verdade de Deus pela mentira, e glorificando um ser criado em lugar do Criador? Honestamente...


Sim, idolatria é estupidez. Tendo a Bíblia, insistem em suas práticas antibíblicas. A Palavra de Deus declara claramente que "há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens: o homem Cristo Jesus" (1Tm 2.5). Nada de outros mediadores, nada de "co-redentora", nada de "medianeira"! Há um só mediador, Jesus Cristo. A Bíblia é clara. Quão tola é a idolatria!


A idolatria, quando aplicada especificamente a Maria, é conhecida como mariolatria. É um dos pecados preferidos dos romanistas, sem dúvida. "Nada sem Maria", dizem, sentindo-se orgulhosos de sua afronta a Deus. Mas, o que a própria Maria disse?


Ao ser informada pelo anjo Gabriel de que seria a mãe do Messias, Maria respondeu com um maravilhoso cântico, conhecido como Magnificat. Veja como Maria começou o cântico:


"Minha alma engrandece ao Senhor e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador" (Lc 1.46,47, ênfase acrescentada). "Meu Salvador!". Maria declara que Deus é o seu Salvador. Quem precisa de salvação? Por acaso não são os pecadores que precisam de salvação? Aqui cai por terra toda a estapafúrdia mitologia romanista sobre Maria. Aqui é desmascarada a insensatez da mariolatria. Quão tola é a idolatria! Quem são os otários agora???


Se Maria fosse tão importante como dizem os romanistas, será que a Bíblia não faria menção  disso? Se fosse correto adorar, digo, "venerar" Maria e os santos e as santas e os anjos, etc, será que a Bíblia não nos daria instruções para fazê-lo? Quão tola é a idolatria!


Os romanistas ainda acusam, tola e ingenuamente, os protestantes de "odiar" Maria. Como poderíamos odiar a mãe de nosso Senhor Jesus Cristo? Maria foi uma serva de Deus, uma mulher corajosa (ao aceitar tornar-se a mãe do Messias, sabia que sua vida estaria em perigo) e um exemplo de piedade cristã. Não odiamos Maria, pelo contrário: nós, protestantes, honramos a verdadeira Maria, a Maria da Bíblia e da História. Quem odeia Maria são aqueles que a substituíram por uma lenda antibíblica e que agora rendem a glória devida somente a Deus a uma fraude que leva o nome de Maria. Quão estúpida é a idolatria!


Quem são os "otários" agora?

Veja o vídeo:




Fonte: http://alegrem-se.blogspot.com/2012/02/os-otarios-idolatria-e-mariolatria.html
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

4 comentários:

  1. Vejamos quem realmente é otário segundo o dicionário.

    otário
    o.tá.rio
    sm (cast otario) pop 1 Vítima do conto-do-vigário. 2 Indivíduo ingênuo, tolo, que facilmente se deixa enganar.

    o vigário em questão é o sr. Paulo. Mente para as pessoas com uma cara de madeira e as vítimas ainda acham graça.

    Luís

    ResponderExcluir
  2. Lamentavel.. que Deus tenha misericórdia desse padre... não sei que livro que ele costuma ler.. mas certeza que não é a biblia!

    Fábio
    almalivresonoros.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. Queridos irmãos evangélicos, O Senhor e Criador da minha Igreja Católica Apostólica Romana é Jesus Cristo! Proclamos o Cristo crucificado, que redimiu nossos pecados e que nos chamou a pegar nossas cruzes e segui-Lo! Esperamos com alegria a vida nova, buscando viver a vontade de Deus! Ele próprio escolheu aquela que seria e que é, dentre todos os tempos, dentre todas as mulheres, a bendita, Maria, a Mae de Deus! Reconheço que o mistério da humanidade de Deus, revelado em Jesus, e o Seu amor por Maria nao cabe a nós entendermos, somente aceitar e AMAR Maria assim como Ele ama. Como Mae. E amar voces, assim como Ele ama, como irmaos! Fiquem na paz de Nosso Senhor Jesus Cristo!

    ResponderExcluir
  4. Prefiro ser marginal do quer ser protestante!

    ResponderExcluir

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!