24 de fevereiro de 2012

O Carnaval do Ernesto

Samba do Arnesto

Adoniran Barbosa

O Arnesto nos convidou pra um samba, ele mora no Brás
Nós fumos não encontremos ninguém
Nós voltermos com uma baita de uma reiva
Da outra vez nós num vai mais
Nós não semos tatu!
No outro dia encontremo com o Arnesto
Que pediu desculpas mais nós não aceitemos
Isso não se faz, Arnesto, nós não se importa
Mas você devia ter ponhado um recado na porta
Um recado assim ói: "Ói, turma, num deu pra esperá
Aduvido que isso, num faz mar, num tem importância,
Assinado em cruz porque não sei escrever"
Arnesto

 

Não carrego em mim a pretensão de estar corretíssimo em meu caminhar, nem ao menos de ser portador da verdade absoluta, mas o pouco que sei me dá o direito de questionar e pensar a respeito do que se anda fazendo por aí nas ditas igrejas evangélicas.

Nesta Terça feira de Carnaval, resolvi ir, não sei até agora porque, a uma igrejSegundo ele próprio diz, foi obreiro do Benny Hinn. Grande coisa.a da qual eu fazia parte até o último dia de 2005, e só voltei lá algumas vezes por causa de casamentos de amigos que me convidaram (outros passaram até a me ignorar na rua), e não havia  participado de mais nenhuma reunião daquela denominação, a não ser quando era convidado para pregar em outras congregações, mas não na referida. 
Assim que cheguei, já bastante atrasado, pois o “culto” (o motivo das aspas você vai entender mais tarde) começou às 19:30hs, e já eram 20:30hs, algumas pessoas que me conheciam me cumprimentaram com certo espanto, admirando de eu estar ali, um pastorzinho de merda, como se referiram a mim algumas vezes.
Cheguei, cerca de trezentos e cinqüenta pessoas estavam ali, o que dificultou o achar de lugares, alguns diáconos insistiram comigo para me assentar lá na frente (Vai, pastor, lugar de pastor é lá na frente) ao qual
me recusei, prefiro ficar com minha família.
Cantando “Faz Chover”, havia um povo aglomerado defronte o “altar”, de mãos levantadas, olhos fechados, como em transe, esperando uma chuva cair (lembrando que esta música pertence ao movimento “Chuva Serôdia” ou Latter Rain, link aqui), e fiquei sabendo que o dito cujo pastor, um chileno elétrico, gosta de jogar copos de água sobre o povo, que se diz ex-obreiro do Benny Hinn, que FANEROSAMENTE o povo vai ao chão, pula, grita e entra no reteté de Jeová, Oh Grória. Agora, uma nota engraçada, era cantado “Abre as compoRtas do céu, mas no data show estava escrito “AS COMPOTAS do céu”, mas no final do culto, isso fez sentido.
Esperando a pregação, passei a observar o hómi de deus que comandava a reunião, já era quase 21:00hs e ele ainda estava cantando, pulando e suando… me falaram que ele gosta de “ministrar o louvor” e depois pregar, mas antes chama o povo a frente para o momento do RECEBA!
Espetáculo à parte, queria ouvir a mensagem, a pregação da Palavra, o ensino, quando ele manda o povo sentar, e abrir em 1 Reis 19:19-21, pensei comigo “Lá vem Velho Testamento mal explicado…”, logo após a leitura, algo difícil para um pregador neopentecostal, a leitura de um segundo texto, logo pensei, apenas por um lapso de tempo, que poderia sair algo bom dali, mas esta minha esperança se dissipou quando ele começa a pregar sobre Ageu 2:19, levando a mensagem de tal forma que o assunto era SEMENTE, e a semente, riquezas, bênçãos, prosperidade que Deus derramaria sobre aqueles que podem semear e o blá blá blá de sempre.
Quando ele retorna a 2 Reis, começa a ladainha de que a igreja deve honrar seu pastor, presentear seu pastor, servir a seu pastor (mas e Cristo?), isso cheio de frases feitas e de efeito, que era acompanhado de gritos de glória, aleluia, e o tal de vira para seu irmão e diga “lango lango lango”, antipatia nivel 7 e subindo.
Minha filha vem até mim e fala mais ou menos assim: “Pai, vou sair um pouco pois já estou chorando com dó deste povo e minha vontade é de torcer o pescoço deste camarada…”. 
Cheio de falácias, o pequeno chileno continua sua verborragia sem nexo, e agora, oh, ele cita Jesus, no episódio da figueira, onde o Messias vai procurar frutos e não achando, a amaldiçoa e ela seca, deixando subentendido, que quem não tem fruto não tem semente, e se não tem semente, vai secar. Meu Deus, que falta de  respeito e amor para com o corpo de Cristo, que irresponsabilidade, que falta de conhecimento básico, enfim que porcaria de hómi. Jesus é citado como carrasco, não como Salvador, Messias, solução para o homem, autor da fé, sustentandor, detentor de todo poder; não isso não se usa mais, Jesus é apenas um acessório, um personagem ultrapassado, um nome a ser repetido como mantra e palavra mágica, não pode ser visto como Senhor, afinal para o Pentecostalismo, a igreja existe por causa do espírito Santo, e não pela obra redentora da cruz. Varão de Branco é mais elegante do que o nome Jesus, este sim, o homem de branco, entra com espada na mão, candeeiro, luta contra o cão no mano a mano, traz rolos na mão, potes de azeite, carro zero e destrói a vizinha invejosa. Jesus é só,um acessório. O que importa é a vida de Elias, Eliseu, Moisés, Daniel, que fizeram coisas importantes, maiores que a obra redentora, estes sim podem ser explorados ao máximo para explorar o povo.
Um irmão, o qual não via há muito tempo, sentado perto de mim e discordando de tudo o que era vociferado, me falou que já havia chegado a hora dele, que bastava de ouvir aquilo e se foi. Outro também atrás de mim, foi embora com sua família. Não são todos que são hipnotizáveis.
Continuando com o rito confuso, o pequeno chileno chama a frente as pessoas com o envelope (grande por sinal, meio ofício, couché, dourado, uma finesse). Muita gente foi a frente, alguns com ar de triunfalismo, um ufanismo tal que saía nos poros, marchando para o triunfo, como uma Coluna Prestes em Copacabana, se aglomeraram em frente ao “altar”, e o pequeno chileno, estendendo a bandeira de Jerusalém (a de Israel foi proibida por causa de uma pregação de uma falsa profeta, conhecida como Ana Mendez Ferrel), falou que a semente seria sobre Jerusalém, entrariam por um lado no “altar” e desceriam pelo outro lado, onde pegariam um pedaço de maçã e molhariam no mel, comendo logo em seguida, para experimentarem a bênção, ao som da vuvuzela santa, o shofar, soprado a plenos pulmões por um rapazinho com talit e kipá, ao melhor estilo goim convertido ao judaísmo evangélico. Nada mais transgênico.
Nota: O hábito de comer um pedaço de maçã embebido no mel, pertence à cultura judaica, na celebração do Rosh Hashaná, o ano novo judaico, onde, no ritual em que se come, se fala a seguinte frase (para mim, mantra) “Que seja Tua vontade, Hashem nosso D’us, que nos inaugures para um ano bom e doce", profetizando (sic) assim PARA OS JUDEUS um ano doce e bom. Isso não é bíblico é um costume, e essas práticas ritualísticas  Jesus combatia,  pois não pertenciam à lei ritual, era um acréscimo. Também na cultura celta, muito evidenciada e praticada pela WICCA, há  a prática de rituais envolvendo maçãs e mel, para conquistar a pessoa desejada. Agora deu para entender as COMPOTAS do céu.
Comecei a reparar os irmãos que ficaram nos bancos, pois não tinham a dita cuja “semente” para semear na bandeira. Se ficaram nos bancos, foram por dois motivos pelo menos: assim como eu, não criam na palhaçada (peguei pesado?), ou pior, não tinham dinheiro para ofertarem, o que era o caso de três irmãs que estavam assentadas em minha frente, as conheço e sei da vida humilde que levam. Se não foram levar a semente, é lógico que se lembraram da palavra do tresloucado falastrão, que afirmou que se você não tivesse fruto iria secar. O que passa na cabeça de um maluco como o pequeno chileno, Ernesto Muñoz? Que respeito ele tem pela Igreja, pelo corpo de Cristo, pelo pobre e necessitado? Como posso pensar que um hómi desses é homem de Deus?
Após esta cerimônia dos horrores, onde as pessoas voltavam para os bancos com a cara de quem a vida vai mudar amanhã de manhã, demaisquevencedoresemcristononovacriaturanascidaaforceps, os líderes da franquia da denominação pedem para o povo ficar de pé para orar e abençoar o pastô. Me recusei. Relutei. Não levantei, não estendi a mão e nem orei. Não oro por pessoas desse naipe, desse comportamento desrespeitoso com a Palavra, não perco meu tempo, me deixei ser tomado pela ira, mas não pelo pecado de odiar. enquanto era sondado pelas pessoas em volta, percebi que não estava entre irmãos, não todos, mas somente alguns eram irmãos, e como Paul Washer disse “Daqui a cem anos, muitos de vocês estarão no inferno”. Triste realidade, pois vão ao culto em busca de algo material, algo palpável, e se esquecem, como o próprio pregador esqueceu, que o motivo da Igreja existir é Jesus, e somente ele pode ser o tema central da mensagem pregada, nenhum outro assunto ou pessoas pode sobressair somente Ele.
Ao final, enquanto o povo saía, minha filha de quatorze anos foi falar com a pastora e lhe disse para parar de trazer pregadores que só tomam o dinheiro do povo, e recebeu como resposta que ela não entendeu a mensagem. Nem eu, nem ninguém, nem o próprio Deus. Resposta que foi ouvida por minha esposa e por mim, pela boca de outras pessoas. Triste constatação. Minha família é tapada?
Saí triste, muito mais do que entrei, pois há tempos não sou feliz, “mas pastô, você tem Jesus!”. Essa é a causa de minha tristeza, de minha angústia, eu sendo vaso de barro, carrego em mim a presença do Evangelho, isso justifica a tristeza, pois é produzida por Ele mesmo. Carrego a angústia do Evangelho.
Nós voltermos com uma baita de uma reiva
Da outra vez nós num vai mais
Nós não semos tatu!

N´Ele, que nunca brincou com coisa séria. 
Neilton, pastor.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. Meu querido concordo com vc, em muitos aspctos, mas voce nao tem visao apostolica o suficiente para entender o que a Ungida do Senhor Ana Mendez Ferrel recebeu de Deus,Alias se o hexagrama fosse um simbolo espiritual na a saber o de Israel chamado de Yahweh, se voce se considera tao espiritual assim me diz entao porque hoje em dia nao acontecem mais os sinais prometidos para aqueles que creem, vou lhe dizer porque a Igreja de Cristo esta vivendo uma cegueira espiritual que a tem paralizado, por que nao ha mais pessoas que se consagrem da forma que os apostolos se consagravam, ja que e tao iluminado assim leio o livro iniquidade da Profetisa Ana Mendez Ferrel e depois ENTENDA a Verdade.

    ResponderExcluir

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!