20 de fevereiro de 2017

Lava-Jato: bispo da Igreja Universal teria recebido propina de R$ 7 milhões para apoiar Dilma


A delação premiada dos executivos da Odebrecht na Operação Lava-Jato citou o nome do bispo Marcos Pereira (PRB), sacerdote licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, como recebedor de uma propina de R$ 7 milhões.
Os executivos da empreiteira que aceitaram colaborar com a Lava-Jato alegaram que os valores repassados a Pereira, que atualmente é ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, teria sido feito em troca do apoio do PRB à candidatura de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB) à reeleição, em 2014.
De quebra, a Igreja Universal do Reino de Deus também apoiou a reeleição da ex-presidente, já que na prática, o PRB é visto como o braço político da denominação fundada por Edir Macedo.
Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, os recursos teriam sido entregues ao bispo Marcos Pereira em dinheiro vivo. Essa operação da Odebrecht para repassar propina envolveu, ao todo, R$ 30 milhões, sendo que R$ 23 milhões foram distribuídos aos partidos PROS, PCdoB, PP e PDT, em troca do apoio à chapa governista.
Pereira é o sexto ministro de Temer que é citado na Operação Lava-Jato. Na delação, sua participação é descrita como direta, já que ele teria tratado do assunto pessoalmente com Alexandrino Alencar, um dos 77 executivos da Odebrecht que tiveram o acordo de delação já homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).
Pereira teria visitado a sede da Odebrecht, em São Paulo, para combinar como e a quem o dinheiro seria entregue, em parcelas. Em entrevista ao jornal, o bispo nega: “Eu desconheço essa operação. Comigo não foi tratado nada disso […] Delação não é prova”, afirmou.
Na versão do bispo Marcos Pereira, as conversas com a Odebrecht eram um pedido de doações para as campanhas do seu partido, que tem 23 deputados, um senador e comanda a prefeitura do Rio, com Marcelo Crivella.
Um dos resultados práticos do apoio do PRB à chapa Dilma-Temer foi o acréscimo de 2 minutos e 39 segundos na propaganda eleitoral de televisão, o que permitiu à dupla usar mais de 11 minutos a cada programa, contra apenas 6 minutos de Aécio Neves, o candidato do PSDB, segundo colocado nas eleições.
Via: Gospel Mais
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!