6 de junho de 2012

Na contramão do mercantilismo e da incoerência gospel



Capa da revista Istoé de 30/05/2012, que mostra a que ponto chegou a música cristã no Brasil.

"Também da soberba guarda o teu servo, para que se não assenhorie de mim. Então serei sincero, e ficarei limpo de grande transgressão" (Salmo 19:13).

          Estava eu revendo alguns vídeos e me deparei com este, cuja letra deveria ser lida, cantada e principalmente PRATICADA pela grande maioria dos líderes cristãos, sejam eles pregadores ou músicos:


Servo, és forte, tens o Meu poder
A Minha palavra é a força do teu viver
Servo levanta-te, toma posição
Não sejas menino, sê forte na provação.

Vence a ti mesmo, vence o mundo, vence o mal
E serás coluna, mas sê tu leal
Oh, levanta-te, e resplandece,
Eis vem surgindo a tua luz
Oh, vence pelo nome de Jesus

Se te mostrares fraco na aflição
Tua força será pequena
Sê forte na provação
Servo, coragem! Não há o que temer
Te dou estrutura , coluna te faço ser.


Letra conforme aparece em http://letras.terra.com.br/cristina-mel/439562/.



          Eu sei que o vídeo é bem antigo e que muita coisa mudou desde que a Cristina Mel entoou tal cântico no programa cristão da Record (do tempo em que a maioria ainda achava que esse canal de televisão priorizaria o evangelismo...), mas a letra do mesmo continua bem atual e deveria corar de vergonha todos aqueles que têm colocado seus projetos pessoais e até seus respectivos patrimônios acima do Reino de Deus.
          Estamos sendo fiéis a Cristo? Ou estamos, em vão, tentando viver apenas para nós mesmos? Até que ponto a reportagem de capa da revista Istoé, mostrada acima e acessível por meio dolink http://www.istoe.com.br/reportagens/209097_A+ROTINA+DOS+POPSTARS+DA+FE, mostra o que realmente acontece no meio gospel popular? E o que dizer dos mais bizarros escândalos divulgados por meio de blogs apologetas, já que a chamada "imprensa oficial" sequer os menciona por causa da "operação abafa" orquestrada pelas grandes gravadoras e pelos marqueteiros desse segmento musical?
          Tenho saudade do tempo em que os músicos cristãos cantavam apenas para o Senhor e, quanto cantavam em homenagem a alguém, faziam-no de modo que a pessoa homenageada voltasse os olhos não para o(a) cantor(a), mas somente para Cristo. Tenho saudade do tempo em que a música cristã não era um elemento mercadológico, como hoje, mas tão-somente um elemento do culto, fosse tal culto num templo evangélico ou em qualquer outro momento ou lugar. Tenho saudade do tempo em que os músicos se escondiam atrás da cruz de Cristo, dando a Ele toda honra, glória e louvor, e rejeitavam qualquer glória, honra ou louvor para si próprios. Tenho saudade do tempo em que os músicos cristãos não se preocupavam com sua imagem na mídia, muito menos com mansões em condomínios, carros importados, guarda-costas, roupas de grife, palcos gigantescos (sabiam que os precursores dos palcos imensos, daqueles que têm até telões, foram os Rolling Stones, uma das bandas mais satânicas das que se têm notícia?), camarotes vip, eventos da alta sociedade, cachês, royalties, programas de televisão, festas juninas e outros eventos seculares, ou ainda esquisitices neosacerdotalistas como chofares e botas de couro de piton, mas com as almas que perecem a todo instante por ainda não terem recebido a Jesus como seu único e suficiente Salvador.
          Que os músicos cristãos que permanecem fiéis a Cristo e rejeitam todo esse sistema iníquo que toma de assalto o meio gospel façam da letra do cântico acima, bem como de outros cânticos semelhantes, seu ideal de vida e que eles permaneçam em comunhão constante com o Senhor para que eles continuem rejeitando o próprio eu e fugindo das paixões e tentações que procuram desviá-los de Jesus, que deve ser sempre o foco de seus respectivos ministérios e Sua maior inspiração. "Afasta de mim a vaidade e a palavra mentirosa; não me dês nem a pobreza nem a riqueza; mantém-me do pão da minha porção de costume; para que, porventura, estando farto não te negue, e venha a dizer: Quem é o SENHOR? ou que, empobrecendo, não venha a furtar, e tome o nome de Deus em vão" (Provérbios 30:8-9).


Paulo Martins de Oliveira Belo - 06/06/2012.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

2 comentários:

  1. Obrigado de novo!
    Concorda comigo que nem sempre o que aparece na mídia "oficial" (telejornais, revistas semanais, jornais) corresponde à verdade completa, inclusive entre as celebridades gospel?

    ResponderExcluir
  2. O autor da matéria se referiu aos "Rolling Stones" como uma banda satânica, achei muito estranho, baseado em quais argumentos ele pode afirmar isso?

    ResponderExcluir

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visite

Seguidores

Google+ Followers

+


Comentários em Artigos!

Total de visualizações

Blogroll

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcadores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

top social

WebEvangelistas -Google+

top navigation

Siga por e-mail

Blog Archive

Pesquisar este blog

Teste Teste Teste Teste

Marcadores

Anuncio!!